BC do Chile surpreende e acelera ritmo de corte em 75 pontos-base

BC havia cortado os juros em 50 pontos-base na reunião anterior; decisão teve como contexto a projeção de flexibilidade monetária nos EUA

Estadão Conteúdo

(Crédito: Shutterstock)

Publicidade

O Banco Central do Chile decidiu nesta terça-feira (19), por unanimidade, cortar sua taxa básica de juros em 75 pontos-base (pb), para 8,25% ao ano, uma aceleração em relação à redução de 0,50 ponto percentual da última decisão. O corte foi mais forte que o previsto por analistas consultados pela FactSet, que esperavam a manutenção do ritmo.

Segundo comunicado oficial, a decisão teve como contexto a desaceleração da inflação no cenário internacional e a projeção de flexibilidade monetária, particularmente nos Estados Unidos.

O documento citou ainda a inflação doméstica, mas alerta que o indicador veio acima do esperado em novembro, considerando assim o comportamento de preços volátil.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O BC também destacou que a economia está se ajustando em relação aos desequilíbrios dos trimestres anteriores e os episódios de tensão nos mercados financeiros globais e locais se dissiparam. “Neste contexto, projeta-se ainda que a inflação convirja para a meta de 3% no segundo semestre de 2024, mas prevê-se a convergência para 3% do seu núcleo para o primeiro semestre de 2024 – componente no qual se têm acumulado diferenças descendentes”.

A próxima decisão de política monetária será divulgada no dia 31 de janeiro de 2024.