Em meio à guerra

BC da Rússia decide elevar a taxa básica de juros, de 8,5% para 12%

BC russo comenta que a pressão inflacionária cresce no país e que demanda elevada por importações tem afetado taxa de câmbio

Por  Estadão Conteúdo -

O Banco Central da Rússia decidiu elevar sua taxa básica de juros nesta terça-feira (15) de 8,5% para 12,0% ao ano. A decisão já entra em vigor nesta terça e é voltada a “limitar riscos à estabilidade de preços”, segundo comunicado da instituição.

Masterclass
Semana do Trader Sossegado
Uma semana de conteúdo prático e gratuito para você ter ganhos consistentes na bolsa operando apenas 30 minutos por dia

O BC russo avalia que a pressão inflacionária cresce no país. A evolução constante da demanda supera a capacidade da produção de se expandir, o que amplia a pressão inflacionária subjacente e afeta o câmbio, por meio de demanda elevada por importações.

Para o BC, nesse contexto o risco de que as taxas de inflação subam para além da meta em 2024 é “substancial”. A instituição reafirmou no comunicado seu compromisso em orientar as condições monetárias e a demanda doméstica em geral no nível necessário para levar a inflação de volta à meta em 2024 e estabilizá-la perto dessa meta depois disso.

Adiante, o BC da Rússia diz que levará em conta para suas decisões a inflação de fato registrada e as expectativas para os preços, bem como riscos à demanda doméstica e externa e a reação dos mercados financeiros. A próxima reunião de política monetária ocorre em 15 de setembro, informa ainda a nota oficial.

Newsletter
Infomorning
Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe