Política monetária

Banco da Inglaterra eleva juros pela 5ª vez seguida e diz que “agirá com força”

Seis dos nove dirigentes de política monetária votaram pelo aumento da taxa básica para 1,25% ao ano, enquanto três defendiam que chegasse a 1,50%

Por  Estadão Conteúdo -

O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) decidiu elevar sua taxa básica de juros em 25 pontos-base pela quinta vez consecutiva, a 1,25%, em meio à persistência da inflação alta no Reino Unido, após concluir reunião de política monetária nesta quinta-feira, 16. A decisão do BC inglês veio em linha com a expectativa de analistas.

Segundo comunicado do BoE, seis de seus nove dirigentes de política monetária votaram pelo aumento do juro básico a 1,25%. Os três dissidentes defenderam um aumento mais agressivo da taxa, a 1,50%.

Em meio aos impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia, em especial nos preços de energia, o BoE prevê que a taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) britânica deverá ficar acima de 9% nos próximos meses e acelerar para “um pouco mais” de 11% em outubro.

Ainda no comunicado, o BC inglês sinalizou que aumentos mais agressivos do juro básico poderão ser necessários para domar a inflação. “O comitê (de política monetária do BoE) ficará particularmente alerta a indicações de pressões inflacionárias mais persistentes e agirá com força”, se necessário”, afirmou.

O BoE também projeta que o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido sofrerá contração de 0,3% no segundo trimestre deste ano, diante de resultados mais fracos do que o esperado em abril.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe