Após quase 6 anos, EUA retomam serviços consulares em Cuba

A decisão ocorre em um momento em que é registrado um aumento no número de cubanos que vão para cidades dos EUA

ANSA Brasil

Publicidade

(ANSA) – Após a suspensão dos serviços em 2017 por conta de uma série de incidentes que causaram problemas de saúde em funcionários, a embaixada dos Estados Unidos em Cuba voltará a prestar serviços consulares nesta semana.

A primeira ação será analisar os pedidos de visto, dando prioridade para os cubanos que têm famílias nos EUA. A expectativa é que sejam emitidas ao menos 20 mil permissões por ano.

A decisão ocorre em um momento em que é registrado um aumento no número de cubanos que vão para cidades norte-americanas. Só no mês passado, quase 35 mil cubanos entraram no país via fronteira com o México, alta de 21% na comparação com outubro.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Para entrar, os cubanos iam para embaixadas dos EUA em países vizinhos para conseguir emitir os vistos. “A embaixada dos EUA em Cuba retomou os serviços consulares.

Trata-se de um passo significativo para apoiar os cubanos, sobretudo, no que tange à reunificação com as suas famílias”, disse o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price. (ANSA).