Mais um destino

Alemanha facilita entrada para brasileiros com teste negativo para Covid-19

Quem se vacinou com Coronavac ou ainda não foi imunizado pode apresentar um teste negativo ou comprovante de que se recuperou de Covid para entrar no país

SÃO PAULO – O Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã para o controle e prevenção de doenças infecciosas, informou que a partir deste domingo (19) viajantes vindos do Brasil terão entrada facilitada.

Os brasileiros poderão entrar no país europeu sem fazer a quarentena de dez dias, desde que apresentem um teste negativo para Covid-19 ou um comprovante de que se recuperaram da doença.

A mudança, anunciada nesta sexta-feira (17), ocorre porque o Brasil deixou de ser classificado como uma zona de alto risco pelo instituto.

Na prática, essa alteração permite que as pessoas vacinadas com a CoronaVac, imunizante produzido pelo Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac e ainda não aprovada pela EMA, a Anvisa da União Europeia, possam entrar no país desde que respeitem as regras de entrada.

Neste caso, basta fazer um teste PCR em até 72 horas antes da chegada ao país, ou um teste de antígeno, em até 48 horas antes da entrada na Alemanha.

Além disso, não é mais obrigatório que os viajantes que desembarcam na Alemanha vindos do Brasil façam o registro digital de entrada online antes da chegada.

Vale lembrar que as medidas oficializadas em 23 de agosto, que liberam entrada de viajantes brasileiros ou vindos do Brasil vacinados com os imunizantes da Pfizer, Janssen, Moderna e AstraZeneca – vacinas aprovadas pela União Europeia – seguem valendo.

Leia também:
• Passaporte de vacina: por que quem tomou a CoronaVac talvez não possa viajar para a Europa?

Para viajar, o turista deverá ter recebido a segunda dose ou dose única há pelo menos 14 dias, realizar o registro digital de entrada e apresentar comprovante da vacinação nos idiomas alemão, inglês, francês, italiano ou espanhol.

PUBLICIDADE

Além disso, crianças que ainda não completaram 12 anos de idade e ainda não foram vacinadas podem entrar na Alemanha acompanhadas por pelo menos um dos pais com vacinação completa. Não é necessário teste PCR nos pequenos.

O anúncio adiciona mais uma possibilidade aos brasileiros interessados em visitar o país.

Além do Brasil, Índia, África do Sul e mais 11 países deixaram de ser considerados de alto risco pelo governo alemão.

Conheça o plano de ação da XP para você transformar os desafios de 2022 em oportunidades de investimento.