Alemanha confirma inflação do consumidor (CPI) anual de 2,9% em janeiro

Foi a menor taxa anualizada desde junho de 2021, quando a inflação foi de 2,4%; núcleo da inflação, que exclui as variações de energia e e alimentos, ficou em 3,4% anualizados

Estadão Conteúdo

Publicidade

A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) da Alemanha desacelerou para 2,9% em janeiro, ante 3,7% em dezembro, segundo dados finais divulgados nesta sexta-feira (9) pelo Destatis, o escritório de estatísticas do país.

Na comparação mensal, o CPI alemão subiu 0,2% em janeiro. Os resultados confirmaram as estimativas preliminares e vieram em linha com as projeções de analistas, segundo o consenso LSEG.

A última vez que a inflação foi menor do que em janeiro de 2024 foi em junho de 2021, quando ficou em +2,4%.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Os preços da energia continuaram a puxar a inflação para baixo, após registrarem queda de 2,8% em janeiro. Já os preços dos alimentos subiram 3,8% em janeiro de 2024, na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O núcleo da inflação, que exclui as variações de energia e e alimentos, ficou em +3,4% anualizados.