PNAD Covid-19

13,3 milhões de brasileiros já realizaram teste para diagnóstico da Covid-19, diz pesquisa

O Distrito Federal foi a unidade da federação com o maior percentual de testes realizados desde o início da pandemia

coronavírus coviv covid-19 teste exame positivo
(Getty Images)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid-19 (PNAD Covid-19), divulgada nesta quinta-feira (20) pelo IBGE, cerca de 13,3 milhões de brasileiros (6,3% da população) realizaram algum teste para diagnóstico do coronavírus até julho.

“Os testes foram realizados por homens e mulheres na mesma proporção (6,2% e 6,4%, respectivamente), mas, principalmente, por pessoas de 30 a 59 anos de idade (9,1%). Quanto maior o nível de escolaridade e a renda, maior foi o percentual de pessoas que fizeram algum teste”, explicou a coordenadora da pesquisa, Maria Lúcia Vieira.

O Distrito Federal (16,7%) foi a unidade da federação com o maior percentual de testes realizados desde o início da pandemia, seguido por Amapá (11,0%) e Piauí (10,5%).

Aprenda a investir na bolsa

Por outro lado, Pernambuco registrou o menor percentual (4,1%) de exames, assim como Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul, os três estados com 4,5%.

Na última semana, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu que os planos de saúde serão obrigados a cobrir exames para a detecção do novo coronavírus.

Segundo a ANS, os exames poderão ser feitos nos pacientes com síndrome gripal ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG) a partir do oitavo dia do início dos sintomas e também para crianças ou adolescentes com quadro suspeito de síndrome multissistêmica inflamatória pós-infecção pelo novo coronavírus.

Isolamento social

A pesquisa apurou ainda que em julho cerca de 49,2 milhões de brasileiros seguiram o isolamento social. O contato físico foi evitado por 64,4 milhões, embora tenham mantido as saídas de casa. Já 92 milhões ficaram em casa e só saíram em caso de necessidades básicas. E 4,1 milhões de pessoas não adotaram nenhuma medida restritiva de isolamento para evitar o contágio pelo coronavírus.

“Essas medidas mais restritivas de isolamento foram seguidas, sobretudo, pelas mulheres, crianças até os 13 anos e idosos. Cerca de 84,5% dos idosos ficaram rigorosamente em casa ou só saíram em caso de necessidade”, informa a coordenadora do estudo.

Ainda segundo a pesquisa, quase todos os 68,5 milhões de domicílios tinham itens básicos de higiene e proteção contra a Covid-19, entre eles sabão ou detergente para higienizar as mãos (99,6%), máscara (99,3%) e água sanitária ou desinfetante (98,1%) para limpeza da casa. O álcool 70% estava presente em 95,8% dos domicílios. O percentual de luvas descartáveis foi menor e estava presente em 43,2% das residências.

PUBLICIDADE

(Com Agência Brasil)

Newsletter InfoMoney – Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.