Dinheiro para a inovação

XP Inc. e Romero Rodrigues, do Buscapé, unem-se para criar novo fundo de venture capital

Plano é investir em até 30 negócios diferentes por meio do fundo. Rodrigues foi fundador do Buscapé, uma das primeiras startups brasileiras

Por  Mariana Fonseca -

A XP Inc. e o empresário e investidor Romero Rodrigues se uniram para captar um novo fundo de capital de risco (venture capital). O objetivo é levar capital, mentoria e conexões para startups brasileiras em estágio inicial, por meio da gestora Headline. Outro plano é democratizar o mundo do venture capital e levá-lo a mais investidores brasileiros.

Rodrigues foi fundador do Buscapé. Criado em 1999, o portal comparador de preços foi uma das primeiras startups brasileiras. Rodrigues também foi investidor por sete anos na Redpoint Eventures. A gestora tinha no portfólio unicórios como Creditas, Gympass, Olist e Rappi. Apenas Rodrigues tinha R$ 1,5 bilhão sob sua gestão em investimentos em startups.

A Redpoint não captou um terceiro fundo e cada investidor seguiu seu caminho. Rodrigues decidiu comandar o recém-inaugurado escritório brasileiro da gestora Headline, que agora tem a XP Inc. como parceira. Outros apoiadores da gestora são os sócios internacionais Jeff Brody, fundador da Redpoint nos Estados Unidos, e Mathias Schilling, fundador da Headline.

Globalmente, a Headline foi criada há 22 anos e tem escritórios em sete cidades: San Francisco, Berlim, Paris, São Paulo, Taipei, Beijing e Tóquio. Um de seus diferenciais é uma plataforma tecnológica proprietária que, por meio da análise quantitativa de bilhões de dados, busca identificar startups que estão no ponto de inflexão de crescimento ideal para o investimento do fundo e maximização do retorno. A gestora tem US$ 2 bilhões em ativos sob gestão.

“A Headline chega ao mercado associando de um lado toda estrutura operacional e os ativos da XP e, de outro, todo o track record e plataforma tecnológica da Headline Global desenvolvidos nos últimos 20 anos. Essa combinação única vai assegurar uma incomparável vantagem competitiva para atração de startups com alto potencial de escala no país e no mercado internacional”, afirmaram XP Inc. e Headline em comunicado sobre a nova parceria.

O objetivo principal é lançar um novo fundo de capital de risco. Ele terá a mesma estratégia do Redpoint eventures 1 e do Redpoint eventures 2, de investir em startups que estão no começo de sua trajetória (early stage). Os dois fundos da Redpoint eventures somaram US$ 305 milhões captados e 56 empresas investidas. “Ambos os fundos estão com retornos acima do target esperado para a classe, que é de 25% ao ano”, afirmou Rodrigues no mesmo comunicado.

Saiba como Romero Rodrigues e três amigos da faculdade criaram o Buscapé, depois vendido por US$ 342 milhões ao grupo sul-africano Naspers, neste episódio do podcast Do Zero Ao Topo:

Além do capital, a Headline também pretende apoiar empreendedores com mentoria e conexão com outros fundadores brasileiros de startups de sucesso.

“Construímos pontes de conhecimento entre as diferentes regiões para acelerar o sucesso e o crescimento do portfólio. A dor que um founder tem no Brasil já pode ter sido resolvida por outro que está no Vale, em Pequim ou em Berlim. Ao promovermos essa conexão, ambos se beneficiam e reunimos informações estratégicas para nossa tomada de decisão de investimentos”, afirmou no comunicado Schilling, o fundador da Headline.

O plano é investir em até 30 negócios diferentes por meio do fundo. A XP Inc. tem uma plataforma com mais de 9 mil assessores de investimento, consultores e family offices. De acordo com o grupo, essa rede capilarizada vai potencializar a originação de negócios.

“Teremos capacidade de nos conectar com startups do Brasil inteiro, por meio do ecossistema de assessores existente na XP”, acrescentou Bruno Castro, CEO da XP Asset Management. “É um passo importante para o mercado de inovação brasileiro e estamos apenas no começo. Queremos conversar com milhares de startups brasileiras”, destacou Thiago Maffra, CEO da XP Inc.

“A gestora que estamos montando tem um formato inédito: um time de gestão completamente independente com experiência de operação e investimentos em startups, uma firma de VC global trazendo os melhores insights, práticas e tecnologias, e o poder e alcance de um dos principais protagonistas do mercado financeiro brasileiro. Nossa missão será ajudar a desenvolver o ecossistema de empreendedorismo e startups no país e democratizar o venture capital entre os investidores brasileiros. Com a XP como sócia, teremos todos os recursos necessários para avançarmos nessa direção”, finalizou Rodrigues no comunicado.

Cadastre-se na newsletter Do Zero ao Topo e receba histórias de sucesso do mundo dos negócios:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Do Zero Ao Topo: os segredos de dez startups brasileiras bilionárias, em um ebook para te inspirar a criar seu próprio unicórnio

Compartilhe