Do Zero ao Topo

Pormade: a fabricante de portas que virou referência em gestão e fatura R$ 240 milhões

Companhia que fatura R$ 240 milhões estimula seus funcionários a errar e inovar. Confira sua história no podcast

Por  Letícia Toledo -

SÃO PAULO – Uma empresa que acumula dezenas de prêmios de inovação e gestão e estimula seus funcionários a correrem riscos. Não estamos falando de nenhuma startup e sim de uma fabricante de portas fundada em 1939.

A Pormade é uma empresa de União da Vitória, interior do Paraná, que mudou de patamar quando Cláudio Zini assumiu seu comando em 1976. Na época, a companhia tinha 25 funcionários e faturava R$ 6 milhões. Hoje, a empresa tem mais de 750 pessoas e uma receita de R$ 240 milhões.

“Somos 750 patrões. As decisões aqui partem do piso de fábrica, de baixo para cima”, explica Zini.

A história da construção da Pormade — a maior fabricante de portas do país — é tema do episódio 96 do podcast Do Zero ao Topo. É possível seguir o programa e escutar a entrevista completa via ApplePodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox, Amazon Music e outros agregadores de áudio do país.

A transformação no estilo de gestão da Pormade começou em 1988, após Zini fazer uma viagem ao Japão e conhecer o modelo de gestão participativa que muitas empresas adotavam na época.

Entre as medidas adotadas por Zini para estimular a participação de seus funcionários está o “Programa dos 5 Dias”. A medida remunera funcionários que idealizam e aplicam novas ideias bem-sucedidas com o equivalente a cinco dias do resultado financeiro que aquela inovação gerou. Confira os detalhes sobre a história da Pormade no podcast.

Sobre o Do Zero ao Topo

O podcast Do Zero ao Topo traz, a cada semana, um empresário de destaque no mercado brasileiro para contar a sua história, compartilhando os maiores desafios enfrentados ao longo do caminho e as principais estratégias utilizadas na construção do negócio.

O programa já recebeu nomes como André Penha, cofundador do QuintoAndar, David Neeleman, fundador da Azul, José Galló, executivo responsável pela ascensão da Renner, Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, Artur Grynbaum, CEO do Grupo Boticário, Sebastião Bonfim, criador da Centauro e Edgard Corona, da rede Smart Fit.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe