Marketplaces

Artesanato digital: Etsy compra startup brasileira Elo7 por R$ 1 bilhão

Transação unirá empresas que conectam compradores e vendedores de produtos artesanais e exclusivos; marcas seguem independentes

Por  Mariana Fonseca

SÃO PAULO – O Etsy, marketplace americano de itens artesanais e exclusivos, vale US$ 25 bilhões na bolsa de valores Nasdaq. A próxima parada da companhia, 16 anos depois de sua fundação, é o Brasil. A entrada será por meio de uma grande aquisição: o Etsy anunciou nesta segunda-feira (28) a compra do brasileiro Elo7 por US$ 217 milhões, ou R$ 1 bilhão. A transação deve ser concluída no terceiro trimestre de 2021.

O Elo7 foi criado em 2008. Sua proposta é como a da Etsy: conectar compradores e vendedores de produtos criativos. São peças feitas sob encomenda e de maneira personalizada em categorias como casamento, decoração, festas e itens infantis. O Elo7 concentra 1,9 milhão de compradores ativos e 56 mil microempreendedores ativos, com 8 milhões de produtos à venda.

“Sempre tivemos um relacionamento de mercado muito natural com a Etsy. Neste último ano tivemos uma aproximação mais forte”, disse Carlos Curioni em entrevista ao InfoMoney. “Entendemos que esta seria uma decisão que beneficiaria o Elo7 ao longo prazo.”

Josh Silverman, CEO da Etsy, ressaltou em comunicado que o Elo7 é a “Etsy do Brasil”, com propósito e modelo de negócios semelhantes. “Esta transação estabelecerá uma base para nós na América Latina, região de comércio eletrônico pouco aproveitada na qual a Etsy atualmente não tem uma carteira de clientes significativa.”

Segundo estudos da Euromonitor citados pela Etsy, a penetração do comércio eletrônico é inferior a 10% na América Latina. O setor deve atingir cerca de US$ 29 bilhões em 2021, com taxa de crescimento anual composto de 26% até 2024 (CAGR).

“Acreditamos que o Elo7 tem amplo espaço para crescer e se diferenciar em relação a outros players de e-commerce de comércio eletrônico já estabelecidos. (…) O Elo7 é um negócio em estágio inicial e acreditamos que, com o background de criação de valor da Etsy, poderá ter o seu crescimento e sua lucratividade ampliados”, completa a empresa no comunicado de aquisição.

O Elo7 segue operando com as mesmas lideranças e como um marketplace independente. Essa é a quarta aquisição da Etsy: a empresa também comprou os marketplaces Reverb e Depop. “O Elo7 contará com expertise da Etsy para ajudar a melhorar a experiência dos clientes e continuar a expandir e envolver a comunidade apaixonada pelo marketplace”, diz Curioni.

A Etsy ressalta que o valor da aquisição ainda está sujeito a “ajustes relativos ao capital de giro do Elo7, despesas da transação em si, caixa e endividamento”. Também será reduzido pelo “valor de certos prêmios patrimoniais da Etsy a serem concedidos a funcionários do Elo7 que atuaram no processo de aquisição.”

Conheça o modelo de gestão que fez a XP crescer exponencialmente na última década, e como aplicá-lo no seu negócio. Assista à série Jornada Rumo ao Topo.

Do Zero Ao Topo: os segredos de dez startups brasileiras bilionárias, em um ebook para te inspirar a criar seu próprio unicórnio

Compartilhe