Em conteudo-patrocinado

Como a inteligência artificial está guiando o mercado financeiro

Especialistas afirmam que automação, inteligência artificial e machine learning estão prestes a transformar o setor de serviços financeiros. Entenda como

Google, Amazon, Facebook e outras grandes empresas que tiveram crescimento exponencial nos últimos anos foram impulsionadas pela inteligência artificial e tecnologias derivadas dela. Agora, cresce também o número de empresas do setor financeiro que se apoiam nessas soluções.

Cada vez mais empresas do mercado financeiro confiam na tecnologia para impulsionar investimentos, influenciar a tomada de decisões e ainda solucionar problemas e melhorar processos. Para trazer apenas um dado, o valor de ativos financeiros ao redor do mundo administrados por robôs chegou a US$ 222 bilhões em 2017 — mais do que o dobro do ano anterior.

“Automação, inteligência artificial e machine learning estão prestes a transformar o setor de serviços financeiros”, afirma Shawn Edwards, diretor-chefe de tecnologia (CTO) da Bloomberg.

Para acessar ao relatório da Bloomberg sobre tecnologias no mercado financeiro, clique aqui.

Os benefícios e aplicações desse tipo de tecnologia são muitos. No campo inicial, a inteligência artificial é utilizada para a automação de decisões humanas simples e diretas, como o processamento de dados econômicos e a melhora da produtividade do setor financeiro.

Empresas mais sofisticadas usam o machine learning para processos como a análise de risco de contraparte, previsão do risco de falência, previsão de retornos e de lucros. Para fundos de investimentos, a tecnologia ajuda ainda na construção de portfólio e análise de sentimentos de notícias financeiras.

No caso do trading, a aplicação mais óbvia dessas tecnologias é a utilização de robôs que, com parâmetros pré-definidos, conseguem operar a compra e venda de ativos. Mas, além disso, a era do big data e das tecnologias como machine learning pode ajudar os operadores a obter muito mais valor das informações, incluindo dados relacionados a clientes, holdings, negociações e até eventos que não foram negociados. Há ganhos também ao automatizar os processos de compliance e alavancar os dados que os reguladores exigem que as empresas capturem.

Para tratar sobre as principais tendências de tecnologia para o mercado financeiro, a Bloomberg elaborou um relatório online. O conteúdo inclui capítulos que tratam de temas como o impacto das novas tecnologias na estratégia de investimentos, a extração e análise de dados, as mudanças de risco e regulamentação, o papel do trader nesse novo cenário e a diversidade e face mutável das fintechs.

O relatório pode ser acessado clicando aqui.  Para ler o conteúdo na íntegra é necessário fazer um simples cadastro.

 

 

Contato