Em conteudo-patrocinado

Fabricante de lúpulo no país consegue R$ 500 mil no Shark Tank Brasil

Empresa recebeu investimento do fundador da Polishop

guid0442
Bruno Ramos, fundador da Rio Claro Lúpulos, no Shark Tank Brasil

As cervejas artesanais do país estão prestes a se tornar mais brasileiras. Pelo menos é isso que espera o empresário Bruno Ramos, fundador da Rio Claro Lúpulos. A companhia se auto intitula a primeira empresa a produzir lúpulo — principal ingrediente da cerveja — em solo brasileiro.

Para fazer seu plano decolar, Ramos, que é amante de cervejas artesanais, foi até o programa Shark Tank Brasil. O empresário conseguiu um aporte de R$ 500 mil por 15% da sua empresa, trazendo João Appolinário, fundador da Polishop, como sócio do negócio.

Com o novo aporte, Ramos espera finalmente poder comercializar o produto, que até agora estava restrito a testes. As condições climáticas do hemisfério sul sempre foram desfavoráveis para a produção de lúpulo, mas com o cruzamento de duas plantas e um tratamento do solo feito pela Rio Claro, o projeto vingou.

Hoje, os maiores produtores de lúpulo são os Estados Unidos e a Alemanha. Por isso, a matéria-prima usada para a fabricação de cervejas no Brasil não é fresca e impossibilita a produção de alguns tipos específicos de cerveja.

O Shark Tank Brasil dá oportunidades de empreendedores novatos conseguirem deslanchar o negócio com a ajuda de empresários já consolidados no mercado. O programa tem exibição no Canal Sony toda sexta-feira às 22h, com reprise no domingo às 23h.

Entre os empresários participantes do programa estão Cris Arcangeli, empresária do ramo de moda, beleza e bem-estar, Camila Farani, um dos maiores nomes em investimento-anjo do Brasil, o dono da rede de comida chinesa China In Box Robinson Shiba, Caito Maia, criador da Chilli Beans e o fundador da Polishop João Appolinário. Os episódios podem ser vistos também no aplicativo Canal Sony. Clique aqui para saber mais sobre o programa.

 

 

Contato