Em conteudo-educacional

Super Ciclo: quem quer ver o patrimônio crescer tem "quase obrigação" de se expor na bolsa

André Fogaça, fundador do GuiaInvest, fala sobre a oportunidade de usar a bolsa de valores como mecanismo de multiplicação de capital  

SÃO PAULO – Apenas quem se expuser em bolsa a partir de agora conseguirá multiplicar o patrimônio consideravelmente nos próximos anos. A colocação é de André Fogaça, investidor e co-fundador do GuiaInvest, em conversa com o InfoMoney Entrevista.

“A Selic está na mínima histórica, em 6,5%, então os investimentos em renda fixa não vão mais render o que rendiam antes”, relembrou o empreendedor. “Então se a pessoa quer ver o seu patrimônio crescer, ela não tem alternativa. Ela tem quase uma obrigação de se expor em bolsa de valores”.

Partindo da expectativa de um Super Ciclo na bolsa brasileira para os próximos anos, Fogaça se uniu ao InfoMoney para um projeto que ensina o investidor a analisar ações, identificar oportunidades e, consequentemente, surfar no ciclo de alta que está por vir: o Passaporte do Super Ciclo da Bolsa.

Inscreva-se e veja como aproveitar o Super Ciclo da Bolsa

 

O Super Ciclo tem embasamento em sete cenários que levam a crer na possibilidade de um salto brusco do Ibovespa - dentro do qual o investidor atento tem potencial para lucrar muito. Veteranos do mercado acreditam em salto de 1.000% para o índice nos próximos 5 anos. Entre eles, Henrique Bredda, gestor do fundo Alaska; Ney Miyamoto, companheiro na criação do fundo mais lucrativo do Brasil; e Luiz Alves Paes de Barros, figura lendária do mercado acionário brasileiro.

Mas, para Fogaça, as melhores oportunidades dentro deste Super Ciclo serão agarradas pelos investidores que realmente souberem o que estão fazendo. Mesmo que não queira estudar profundamente o mercado financeiro pode multiplicar o patrimônio e, eventualmente, alcançar a independência financeira na bolsa – mas é necessário minimamente saber analisar o que é uma boa ação e quais são as boas empresas.

No Passaporte, Fogaça e o editor-chefe do InfoMoney, Thiago Salomão, oferecem conteúdo para entender por que o momento atual é tão positivo para investir em ações; como encontrar pechinchas na Bolsa; como ler nos gráficos o Super Ciclo de longo prazo e quais são as estratégias dos maiores investidores do Brasil agora. 

 

Contato