Serviço financeiro

XP anuncia cartão de crédito sem anuidade e com cashback em investimento

Produto entra em fase de teste com funcionários da corretora e começará a ser disponibilizado a clientes no quarto trimestre de 2020

Cartão XP
Cartão XP

SÃO PAULO — A XP Investimentos anunciou nesta segunda-feira (20) um cartão de crédito que ficará atrelado à conta dos clientes na corretora. A diferença para os demais cartões do mercado é que ele vai dar cashback — ou seja, parte do dinheiro gasto de volta ao usuário —, mas, em vez de crédito em conta, o valor devolvido será aplicado em um fundo exclusivo.

Por enquanto, o produto está em fase beta e será testado apenas pelos funcionários do grupo XP Inc. e pelos agentes autônomos parceiros da plataforma de investimentos. A expectativa da corretora é começar a disponibilizar o cartão para um grupo de clientes no quarto trimestre deste ano, e depois para toda a base de investidores da XP no começo de 2021.

A novidade é fruto de uma parceria da corretora com a Visa que, segundo Bruno Constantino, CFO e sócio da XP Inc., está trabalhando com a companhia há um ano para desenvolver o produto. O cartão será internacional, com a bandeira Visa e da categoria Infinite, que está entre as mais completas do mercado.

Não será cobrada taxa de anuidade para os clientes da XP que quiserem ter o cartão e o custo do fundo exclusivo da XP onde os recursos do cashback serão aplicados vai ser “mínimo”, segundo Constantino. “A ideia não é a XP lucrar com isso, mas sim oferecer um produto que o nosso cliente demandava e, ao mesmo tempo, incentivá-lo a continuar investindo.”

Os clientes não serão obrigados a deixarem os recursos recebidos de cashback aplicados no fundo exclusivo, mas a corretora não definiu ainda se haverá um tempo mínimo de permanência antes da retirada. Sobre o limite do cartão, Constantino disse que ele será definido conforme o perfil de uso e o volume de investimentos do cliente na corretora.

A XP também não fechou ainda qual será a taxa de conversão do cashback — qual percentual do gasto do cliente no cartão será devolvido em forma de investimento. Essa taxa será definida conforme os testes na fase beta do produto forem sendo feitos (antes de disponibilizar para o público geral).

Os clientes que preferirem vão poder ter apenas a versão digital do cartão XP Visa Infinite no app da corretora, mas quem quiser ter o produto físico também terá essa opção. A plataforma da corretora será preparada para que o usuário do cartão possa resolver problemas básicos com poucos cliques, como mudar data de vencimento de fatura ou acompanhar os gastos, como já acontece em outras fintechs do mercado. É o mesmo app por onde os clientes hoje fazem investimentos.

Os juros que serão cobrados por quem não pagar as faturas em dia também não foram definidos ainda. O processo vai acontecer na fase de testes, antes de o produto estar disponível para todos os clientes. Constantino garantiu que eles serão menores do que os praticados pelos bancos.

“Queremos revolucionar o mercado de cartões de crédito no país da mesma forma que fizemos com os investimentos. Acreditamos que podemos transformar o segmento e mostrar que os cartões também podem ser um aliado para aumentar o potencial dos clientes como investidores”, disse o CFO da XP Inc.

“O modelo atual é confuso e os clientes precisam fazer um verdadeiro malabarismo para trocar os pontos por algo que realmente faça sentido. Com o Investback, o cliente tem flexibilidade e liberdade para usar o dinheiro em algo que realmente queira. Com o tempo, inclusive, pode vir a se tornar uma forma complementar de crescimento do seu patrimônio”, completou.

Constantino afirmou ainda que outros serviços bancários serão adicionados mais para frente à conta dos clientes na XP, como pagamentos e a função de débito — esse último item deve estar liberado já no primeiro trimestre do ano que vem.

Não deixe seu dinheiro parado em nenhum banco: abra uma conta de investimentos na XP – é de graça!