Volta às aulas: infração de trânsito mais comum pesa quase R$ 130 no bolso

Segundo a CET, filas duplas e estacionamentos irregulares são os principais problemas encontrados nesta época do ano

SÃO PAULO – Na volta às aulas, os pais devem ficar atentos na hora de deixar e buscar o filho na escola, para evitar as infrações de trânsito. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), na cidade de São Paulo, filas duplas e estacionamentos irregulares são os principais problemas encontrados nas regiões das escolas.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, parar em fila dupla é infração grave, o que acarreta cinco pontos na carteira de habilitação e multa no valor de R$ 127,69. O mesmo vale para quem estacionar sobre a calçada. Já para quem estaciona em local proibido, a infração é média, o que equivale a quatro pontos na carteira e multa de R$ 85,13.

Os motoristas também devem ficar atentos para não pararem sobre a faixa de pedestres, quando o semáforo estiver mudando, não saírem com o carro, se for o dia de rodízio, não fechar o cruzamento, nem dirigir falando no celular. Essas infrações também são do tipo médio.

Cuidados
Os pais devem ainda transportar as crianças até dez anos somente no banco de trás, usando cinto ou assentos apropriados para a idade.

Crianças com até um ano de idade deverão ser transportadas no equipamento denominado conversível ou bebê conforto, enquanto crianças entre um e quatro anos terão de usar cadeirinhas. Já as crianças com idade entre quatro e sete anos e meio terão de ser transportadas nos chamados assentos de elevação. 

Vale lembrar que não transportar a criança da forma correta é considerado infração gravíssima, que sujeita o motorista à multa de R$ 191,54 e a sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, além da retenção do veículo, até que a irregularidade seja sanada.

Além disso, a CET recomenda que, quando a criança for entrar ou sair do carro, que seja pelo lado da calçada, garantindo assim a segurança. Os motoristas devem ainda reduzir a velocidade próximo às escolas e respeitar a passagem de alunos, não parando sobre a faixa de pedestres.

Operação Volta às Aulas
No dia 31 de janeiro, a CET vai iniciar a Operação Volta às Aulas, na proximidade de 127 escolas particulares e públicas localizadas na cidade de São Paulo. O objetivo é disciplinar o embarque e desembarque de alunos, além de garantir a segurança na travessia de pedestres.

Segundo a CET, com o fim das férias escolares, aumenta em média 20% o número de viagens realizadas na capital paulista.

PUBLICIDADE