Ligações sem fim

Telemarketing abusivo: Justiça abre 26 processos contra bancos e teles

Descumprimento da medida pode levar a multa diária de R$ 1 mil, segundo o governo

Por  Estadão Conteúdo -

O Ministério da Justiça instaurou 26 processos administrativos contra empresas que praticam telemarketing abusivo. A informação é do próprio ministério, publicada em seu site.

A ação é da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada à pasta, e abrange a notificação de bancos, empresas de telecomunicações e centrais de telemarketing, que deverão apresentar defesa.

As medidas são desdobramentos da decisão da Senacon, de 18 de julho, que proibiu a atividade irregular em todo o país.

A suspensão das atividades de telemarketing abusivo foi determinada pela Senacon com base na quantidade de reclamações registradas no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) e no portal consumidor.gov.br — um total de 14.547 nos últimos três anos, segundo o órgão.

Reclamações, denúncias e multa

A multa diária em caso de descumprimento é de R$ 1 mil, mas o governo diz que o valor pode chegar a R$ 13 milhões por empresa se houver condenação. A fiscalização será feita em parceria com os Procons de todo o Brasil.

A secretaria diz que as teles e as instituições financeiras são os segmentos líderes do ranking das reclamações de ligações indesejadas de telemarketing na plataforma consumidor.gov.br.

Planeje seus gastos
Baixe de graça uma planilha de controle financeiro para monitorar seus gastos mensais e acompanhar a evolução do seu orçamento ao longo do ano:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe