SP: radares inteligentes multam mais de 14 mil veículos em quase 2 meses

Radares identificam carros com licenciamento pendente de 1 de dezembro ao 18 de janeiro, segundo balanço de secretaria

SÃO PAULO – Em quase dois meses de operação, os radares inteligentes instalados em 24 rodovias paulistas já identificaram 14.142 veículos com licenciamento pendente desde o dia 1º de dezembro até o último dia 18.

As rodovias de São Paulo contam com 42 equipamentos que fazem parte do sistema OCR (optical character recognition), que faz a leitura de placas e garante informações de âmbito nacional, em tempo real, por estarem conectados aos bancos de dados das Secretarias Estaduais da Fazenda, dos Transportes, da Segurança Pública, da Polícia Rodoviária Estadual, do Detran e do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados).

Além dos veículos com pendências administrativas, os radares inteligentes detectaram outras irregularidades que geraram o recolhimento de 8.380 veículos aos pátios do DER (Departamento de Estradas e Rodagem), sendo que 5.270 foram recolhidos em dezembro e 3.110 em janeiro. No período também foram apreendidos documentos, sendo 3.048 em dezembro e 2.214 em janeiro.

Mais equipamentos
De acordo com a Secretaria Estadual de Transportes, outros 61 equipamentos móveis devem ser instalados nas rodovias paulistas para reforçar a fiscalização. Os radares serão instalados em viaturas da Polícia Militar Rodoviária, permitindo a maior mobilidade na fiscalização.

Do total das multas aplicadas pelo sistema, 95% são destinados para o aprimoramento dos serviços de sinalização, engenharia de tráfego e de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. Outros 5% são destinados ao Funset (Fundo Nacional de Segurança e Educação), administrado pelo Denatran.

Até agora, já foram investidos R$ 6,5 milhões na implantação do sistema. Além das pendências administrativas, o sistema detecta outras irregularidades, como trafegar em velocidade acima da permitida.