Conteúdo Patrocinado
Oferecido por QuintoAndar

Pandemia acelera transformação digital no mercado imobiliário

Empresas do setor aprimoraram as ferramentas existentes para contornar dificuldades criadas pelo isolamento social

O momento pelo qual o mundo passa fez com que as empresas do setor imobiliário desenvolvessem capacidade adaptativa aos diferentes desafios impostos pelo isolamento social, fruto da Covid-19. Transformação digital é o caminho para superar alguns deles. Mesmo para empresas que já nasceram amparadas na tecnologia, como a imobiliária digital QuintoAndar, o coronavírus trouxe aprendizados e oportunidades de melhora.

Segundo José Osse, head de Comunicação do QuintoAndar, o processo que mais se transformou por conta do distanciamento social foi a visita aos imóveis. “Fomos atrás de soluções que garantissem essa experiência completa para o cliente, como o botão ‘Fale com o Corretor’. Com ele, o cliente, com a ajuda do corretor parceiro, pode fazer a visita à distância, tirar suas dúvidas e decidir se aquele imóvel é ou não o que ele está buscando”, explica Osse.

Contratos sem fiadores

Criado há sete anos, o QuintoAndar já nasceu com a proposta de digitalização total dos processos para facilitar a locação, reduzindo burocracia e agilizando prazos. A inovação na empresa atinge todas as etapas, desde a inserção de anúncios online, escolha do imóvel, envio de documentação até a assinatura dos contratos.

PUBLICIDADE

No modelo do QuintoAndar, não há a necessidade de fiador ou cheque caução para o inquilino. Além disso, a empresa garante ao proprietário o recebimento do aluguel em dia, independentemente de o inquilino ter pago. Há, ainda, uma proteção contra danos no imóvel, ao fim do contrato, de até R$ 50 mil. Dados operacionais comprovam a efetividade da tecnologia utilizada pelo QuintoAndar: 1h30 é recorde para alugar um imóvel; o site registra 4 visitas por minuto ou mais de 200 mil por mês; depois de o inquilino ter feito a proposta, a média de tempo até assinar o contrato é de 4 dias, enquanto no modelo tradicional chega a 40 dias.

“A tecnologia que possibilita essa eficiência começa a ser mais usada por outras empresas do mercado, mas essa adoção ainda está no começo e há muito espaço para o mercado avançar como um todo”, comenta o head de Comunicação do QuintoAndar.

O mesmo ocorre nos processos de compra e venda, atividade que a empresa iniciou no começo deste ano, já com a maior parte das etapas podendo ser feitas digitalmente, sem sair de casa. A tecnologia tornou possível que a escritura e o registro dos imóveis fossem feitos de forma eletrônica, além de permitir que os bancos dispensem a avaliação presencial do imóvel. “Ainda há muito espaço para que as empresas e o mercado se ajustem a essas mudanças”, comenta José Osse.

Visitas digitais
Mesmo no QuintoAndar, cujo modelo de atuação digital desenhado pelos fundadores Gabriel Braga e André Penha já era completo, a implementação de todas as funcionalidades que eles imaginaram no início levou algum tempo. Os concorrentes, agora estimulados pelo “novo normal”, devem passar pela mesma curva de aprendizagem. “No começo, agendamento de visitas e assinatura de contrato ainda eram no modelo ‘tradicional’. Hoje todos os nossos processos já são online e, inclusive, por conta da pandemia, criamos fluxos digitais para visitas, fotografias dos imóveis e vistorias.”

O executivo destaca ainda que, embora o uso da tecnologia faça parte do DNA da empesa, a pandemia colocou o modelo à prova, deixando mais claras melhorias necessárias, possíveis e relevantes mesmo no retorno à normalidade. “As pessoas dão cada vez mais valor ao acesso e à facilidade de uso. A tendência é que isso se fortaleça ainda mais e que novas formas de propriedade e uso também devam se desenvolver, à medida que as relações entre as pessoas com os imóveis evoluem, e é algo a que estamos bastante atentos”.

Faça parte da transformação digital e procure um imóvel sem sair de casa, clicando aqui.

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.