Cesta básica está mais cara

Procon-SP irá agir a partir da próxima semana contra alta dos preços

O avanço dos preços está ligado à alta do dólar e a facilitação da exportação

Pão de açúcar supermercado loja varejo
(divulgação)

O presidente da Fundação Procon – de defesa dos direitos do consumidor – em São Paulo, Fernando Capez, afirmou que a instituição irá agir a partir da próxima semana a respeito do aumento súbito e expressivo no preço de itens da alimentação básica.

“Sabemos que é uma questão macroeconômica, ligada à alta do dólar e a facilitação da exportação. Por um lado é bom para nossa balança comercial, mas o consumidor não tem nada a ver com isso e não pode ser prejudicado”, afirmou Capez em vídeo compartilhado pelos canais da fundação.

Segundo Capez, será realizada nesta quinta-feira, 10, reunião com a Secretaria estadual da Agricultura, a Associação de Supermercados e produtores.

PUBLICIDADE

O encontro terá como foco discutir os preços de itens da alimentação básica como carne, leite, ovos, arroz, feijão e óleo.

Na quarta, 9, o governador do Estado, João Doria (PSDB), disse que o governo está preocupado com a questão dos preços de produtos da cesta básica e afirmou que havia solicitado a Capez a análise cuidadosa da questão.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.