Consumo

Os presentes de dia dos namorados serão mais baratos em 2016; confira as intenções de compra

Pesquisa da FecomercioSP descobriu que homens presentearão mais do que mulheres neste ano

Por  Paula Zogbi

SÃO PAULO – Comemorado neste domingo, 12 de junho, o Dia dos Namorados costuma ser uma data de ouro para o varejo nacional. Neste ano, entretanto, as pessoas gastarão menos, de acordo com um levantamento feito pela Federação do Comércio de São Paulo (FecomercioSP).

Realizada com 1.122 consumidores, a pesquisa mostrou que, entre os cerca de dois terços que estão namorando, houve queda média de 5% no valor do presente em termos nominais. Se descontada a inflação do período, portanto, os presentes deverão ter um valor real 15% abaixo do verificado em 2015. Em termos de sexo, os homens pretendem gastar cerca de 10% a mais que as mulheres, na média.

O grupo masculino, segundo a pesquisa, também será maior presenteador: 69,4% dos homens disse que pretende comprar presentes, ante 53,8% das mulheres. Isso ocorre mesmo considerando que, ainda segundo a sondagem, o desemprego atinja mais a população masculina na hora de escolher presentear ou não.

Tipo de presente

A FecomercioSP descobriu também que, de maneira geral, os presentes desejados serão os recebidos. “Mais mulheres querem dar vestuário (mais de 50%) do que homens querem receber roupas (32%). De resto, o que eles vão dar é o que elas querem ganhar e vice-versa”, explana o texto enviado à imprensa a respeito da pesquisa.

A segunda categoria mais procurada para compras nesta data é a de perfumes e cosméticos, representando 17% das intenções de compras femininas e 12,8% no caso dos homens. Em seguida, vêm telefones celulares (4,2% e 4,4%); relógios ou óculos (4% e 2,2%) e bombons (3,2% e 2,2%).

Compartilhe