AO VIVO Por Dentro dos Resultados: Diretor de finanças e RI da Suzano fala sobre os resultados da empresa de papel e celulose

Por Dentro dos Resultados: Diretor de finanças e RI da Suzano fala sobre os resultados da empresa de papel e celulose

Consumo

Os preços que mais subiram na cesta básica paulistana no último mês

De acordo com o Procon-SP, custo da cesta básica subiu 1,16%, na quarta alta consecutiva

SÃO PAULO – Na cesta básica paulista do último mês, o grupo que apresentou maior alta foi o de higiene pessoal, de acordo com a pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo Procon-SP.

Segundo o órgão, o valor da cesta básica da cidade de São Paulo teve alta de 1,16% em maio, o que significa o quarto mês consecutivo de alta para o paulistano. O preço médio que no dia 29/04/16 era R$ 670,6 passou para R$ 678,44 em 31/05/16.

A Pesquisa Cesta Básica Procon/Dieese é efetuada desde de 1990, a partir do perfil de uma família paulistana traçado com base na Pesquisa de Orçamento Familiar de São Paulo (POF/IBGE) e das Pesquisas de Consumo Alimentar no Município de São Paulo (DIEESE), o que resultou na definição de 31 produtos: 22 de alimentação, 4 de limpeza doméstica e 5 de higiene pessoal.

PUBLICIDADE

Segundo a pesquisa enviada à imprensa, dos 39 produtos pesquisados, 27 apresentaram alta e 12 diminuíram de preço na variação mensal.

No período de 02/05 a 31/05/2016, os produtos que mais subiram foram:

1. Cebola (kg) 18,24%

2. Feijão Carioquinha (kg) 9,45%

3. Leite UHT (litro) 7,67%

4. Papel Higiênico Fino Branco (com 4 unidades) 6,81%

5. Água Sanitária (litro) 6,17%

As maiores quedas foram:

1. Frango Resfriado Inteiro (kg) -3,86%

2. Carne de Primeira (kg) -3,67%

3. Ovos Brancos (dúzia) -2,98%

4. Sabão em Pó (kg) -2,48%

5. Extrato de Tomate (340/350g) -2,37%

Os produtos que mais pressionaram a elevação de valor na cesta como um todo, considerando-se os respectivos pesos, foram:

PUBLICIDADE

1. Leite UHT (litro) 0,52%

2. Cebola (kg) 0,27% 3-

3. Feijão Carioquinha (kg) 0,21%

4. Papel Higiênico Fino Branco (com 4 unidades) 0,19%

5. Carne de Segunda sem Osso (kg) 0,15%

Já para queda, foram:

1. Carne de Primeira (kg) -0,48%

2. Frango Resfriado Inteiro (kg) -0,23%

PUBLICIDADE

3. Sabão em Pó (kg) -0,06%

4. Ovos Brancos (dúzia) -0,05%

5. Extrato de Tomate (340/350g) -0,04%