Cartão de crédito

Oito em cada dez consumidores desconhecem a taxa de juros do rotativo do cartão, diz pesquisa

A pesquisa mostrou que 31% dos internautas que usaram cartão de crédito nos últimos 12 meses entraram no rotativo

Por  Mariana Amaro -

SÃO PAULO – Com a chegada da temporada de compras, como a Black Friday, os consumidores devem usar mais seus cartões de crédito. A má notícia: 84% das pessoas que usaram o próprio cartão de crédito nos últimos 12 meses não conhece a taxa de juros cobrada no caso de entrar no rotativo.

As informações são do levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae. Segundo a pesquisa, 75% dos internautas brasileiros usaram o cartão de crédito nos 12 meses e, desses, 16% relataram que parcelaram as compras em sete vezes ou mais.

O uso do cartão de crédito não é ruim, mas o presidente da CNDL, José César da Costa, alerta que a falta de um controle sistemático nas compras pode expor o consumidor a surpresas desagradáveis com a chegada da fatura, “sobretudo quando o limite de crédito supera a renda”, diz. “Os parcelamentos da fatura, muitas vezes sugerido pelo próprio banco, pode parecer a solução ideal, mas também embute taxas de juros elevadas que podem levar à inadimplência de uma dívida impagável”, destaca Costa.

De acordo com dados do Banco Central, coletados entre os dias 15 e 21 de outubro de 2021, a taxa de juros cobrada no rotativo total para cartões de crédito emitidos para pessoas físicas pode chegar 20,99% ao mês e a 883,95% ao ano. Isso significa que uma dívida de R$ 1 mil vira, depois de um ano, uma dívida de R$ 9.839,50

Ainda segundo o levantamento da CNDL, quase sete em cada dez pessoas afirma fazer o controle dos gastos da fatura acessando o aplicativo com frequência (28%), anotando os gastos em um papel (18%), usando uma planilha no computador (15%) ou registrando os gastos em um aplicativo específico para isso (6%).

Por outro lado, 2% das pessoas admitem que não fazer qualquer tipo de controle sobre os gastos com o cartão. Outros 13% só checam a fatura no final do mês, 8% apenas guardam comprovantes de compras e outros 8% afirmaram fazer o controle “de cabeça”.

A conta chega

A consequência de um uso descontrolado custa caro. A pesquisa mostrou que 31% dos internautas que usaram cartão de crédito nos últimos 12 meses não conseguiram pagar ao menos uma parte da fatura. Desses, metade conseguiu regularizar a situação mas a outra metade está com o nome sujo.

Vantagens de usar o cartão

A possibilidade de parcelamento e de fazer compras online foram as principais vantagens identificadas no uso cartão de crédito, citadas por 46% e 31%, respectivamente. Outros atributos mencionados foram o prazo para pagamento (30%); a facilitação do pagamento de compras online (27%); a segurança, por não precisar andar com dinheiro ou cheque (27%); a possibilidade de fazer compra, mesmo quando não tem dinheiro disponível (25%); o crédito para imprevistos (19%); e o maior controle das compras (17%), entre outras razões.

Calcule os custos para ter um carro
Baixe uma planilha gratuita que compara os gastos de um automóvel com outras opções de mobilidade:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe