RADAR INFOMONEY A expansão da JBS, de olho em carne vegetal, é assunto do programa desta segunda-feira; assista

A expansão da JBS, de olho em carne vegetal, é assunto do programa desta segunda-feira; assista

Número de assinantes de TV paga cresce 31% em 2010

Somente em dezembro, foram 237,93 mil novas assinaturas, aumento de 2,5% em relação ao mês de novembro

SÃO PAULO – O número de assinantes de TV por assinatura cresceu 30,7% em 2010, segundo dados divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) nesta quarta-feira (26).

De acordo com o levantamento, 9,768 milhões de domicílios contavam com os serviços da TV por assinatura no final do ano passado, o que significa um incremento de 2,295 milhões de assinantes na comparação com o ano anterior.

Somente no mês de dezembro, foram 237,93 mil novas assinaturas, aumento de 2,5% em relação ao mês de novembro.

Considerando a média de pessoas por domicílio calculada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 3,3 brasileiros, a agência afirma que a TV paga já é vista por mais de 32,2 milhões de pessoas.

O aumento do número de assinantes tem se acentuado nos últimos anos. Em 2007, houve um crescimento de 16,7%. No ano seguinte, a alta foi de 18,18% e, em 2009, de 18,24%.

Por região e estado
Na análise por região, o Sudeste é o destaque em número de assinantes, somando até dezembro 6,394 milhões, aumento de 27,8% ante dezembro de 2009. Em seguida, aparecem o Sul, com 1,491 milhão (25,4% de crescimento), e o Nordeste, com 957 mil (51,7% de aumento). Já o Centro-Oeste e o Norte registraram mais de 581 mil e 343 mil assinaturas em dezembro, o que significa crescimento de 32,7% e 62,2%, respectivamente.

Na análise por estado, Roraima apresentou o maior crescimento no número de assinantes do País em novembro, de 89,15%, na comparação com dezembro de 2009. O estado que registrou o segundo maior crescimento do País foi o Amapá, de 84,8%. Em terceiro lugar do ranking, está o Maranhão, com aumento de 77,25%.

Tecnologia
De acordo com o balanço, considerando as tecnologias, em dezembro, os serviços prestados via satélite cresceram 4,6%, ante uma evolução de 2% no mês anterior. Já o número de assinaturas de TV a cabo registrou aumento de 1,1% no mês passado. As prestadoras de MMDS, por sua vez, registraram queda de 1,7% no mesmo período.