Netflix deve lançar plano mais barato com anúncios

Após queda histórica no número de assinantes, companhia deve mudar sua estratégia com relação a publicidade em busca de receita

Equipe InfoMoney

Reed Hastings, fundador da Netflix (Divulgação)
Reed Hastings, fundador da Netflix (Divulgação)

Publicidade

A Netflix deve lançar um plano mais barato de assinaturas com conteúdo publicitário. A informação é do CEO da companhia, Reed Hastings, durante uma teleconferência com analistas após a divulgação dos resultados da companhia.

O destaque do balanço foi o recuo do seu número de assinantes pela primeira vez em dez anos, que fez com que as ações da companhia despencassem em 20% no aftermarket em Nova York.

A fala de Hastings contradiz o executivo de finanças da companhia, Spencer Neumann, que, durante uma conferência com investidores no mês passado, disse que uma versão de assinatura com anúncios não estava nos planos da empresa.

Continua depois da publicidade

A nova modalidade, com publicidade, não deve interferir nos outros planos de assinaturas. “Clientes que não quiserem ver publicidade terão a possibilidade de contratar planos livres de anúncios”, disse.

Quando custa a assinatura da Netflix?

Atualmente, o plano mais barato do serviço de streaming é R$ 25,90 por mês. O plano intermediário custa R$ 39,90 e o premium, com qualidade de vídeo superior, R$ 55,90.

Os preços do serviço de streaming Disney + ficam neste mesmo patamar. O plano mensal custa R$ 27,90 por mês ou R$ 279,90 em um pagamento único no ano.

Continua depois da publicidade

Já o Prime Video, da Amazon, custa R$ 9,90 por mês e o HBO Max, outro serviço de streaming popular no país, custa a partir de R$ 14,16 por mês para o plano de 12 meses disponível apenas para celulares e tablets.

GloboPlay, o serviço de streaming do Grupo Globo custa a partir de R$ 14,90 por mês no plano anual.