Internacional

Motorista ganha novo documento para dirigir em 100 países

Mudanças visam facilitar a comunicação entre as autoridades estrangeiras e o motorista brasileiro

Wheel of car

 SÃO PAULO – O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) publicou na semana passada um novo modelo do documento para dirigir veículos no exterior. Depois da homologação da PID (Permissão Internacional para Dirigir), os brasileiros ficam autorizados a dirigir em 100 países signatários da Convenção de Viena sobre Trânsito Viário. Veja aqui a lista dos países. 

 Segundo o diretor do Denatran, Elmer Vicenzi, a padronização e os ajustes no documento vieram para facilitar a comunicação entre a autoridade estrangeira e o condutor brasileiro.

 “A CNH deve ser aceita em todos os países, mas para evitar um possível transtorno, recomendamos a emissão da PID, que funciona como tradução da CNH, por ser elaborado em oito idiomas diferentes (alemão, árabe, chinês, espanhol, francês, inglês, português e russo), já chega em território estrangeiro apto a dirigir, com documento válido para tal”, explicou.

 O Ministério das Cidades alerta que a PID não é válida para conduzir veículo em território nacional e não equivale a documento de identidade.