Estratégia

Maserati quer dobrar número de concessionárias para garantir crescimento

Até 2015, a montadora pretende ampliar o número de lojas para 500, com o intuito de reforçar a demanda por seus sedãs de luxo.

arrow_forwardMais sobre

São Paulo – Fabricante de carros exóticos que atraem clientes excêntricos como o designer Ralph Lauren, a Maserati pretende dobrar sua rede de concessionárias para cerca de 500 lojas até 2015. O objetivo da montadora é reforçar a demanda de seus sedãs de luxo Ghibli e Quattroporte.

“Você precisa delas para sustentar o crescimento”, disse Harald Wester, CEO da Maserati, em entrevista à Bloomberg Television, enquanto a montadora realizava uma exibição para celebrar seu aniversário de 100 anos. Em 2011, a fabricante italiana contava com 250 concessionárias. 

A Fiat SpA está investindo na Maserati como parte de um plano para ampliar as vendas globais dos modelos de luxo para acabar com os prejuízos no continente europeu. O objetivo é multiplicar as vendas da Maserati em cerca de cinco vezes, chegando a 75.000 veículos da marca vendidos em 2018. Em 2014, o CEO da companhia acredita que deve igualar o desempenho de 2013 – quando vendeu 15.400 veículos – até junho. “Este crescimento justifica os investimentos que fizemos e nos dá alguma confiança para que façamos novos investimentos e projetos”, explicou.