Seu bolso

IPCA-15 de julho: leite sobe 22% no mês e 57% no ano; gasolina cai 5%

Indicador teve menor variação mensal em mais de 2 anos com redução do ICMS sobre combustíveis e energia, mas preços dos alimentos seguem em alta

Por  Lucas Sampaio -

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), prévia do índice oficial de inflação do Brasil, subiu 0,13% em julho na comparação com junho, a menor variação mensal em mais de 2 anos, e desacelerou para 11,39% no acumulado em 12 meses graças ao impacto da redução das alíquotas de ICMS sobre os preços de combustíveis e da energia elétrica.

A inflação desacelerou puxada pelo recuo nos preços dos combustíveis (-4,88%), principalmente da gasolina (-5,01%) e do etanol (-8,16%), e da energia elétrica residencial (-4,61%). Com isso, os grupos transportes (-1,08%) e habitação (-0,78%) contribuíram juntos para reduzir o IPCA-15 em 0,36 ponto percentual no mês.

Mas os dados divulgados nesta terça-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também trouxeram números negativos. O maior impacto no IPCA-15 (+0,25 p.p.) veio do grupo alimentação e bebidas (+1,16%), que acelerou em relação a junho (+0,25%), e a maior variação veio de vestuário (+1,39%), que já acumula alta de 11,01% no ano.

Apesar da forte retração dos transportes em julho, o grupo ainda é o que acumula a maior alta em 12 meses (+17,96%), à frente de vestuário (+17,24%) e alimentação e bebidas (+14,60%), que tiveram as maiores altas no mês. Vestuário e alimentação e bebidas também têm as maiores valorizações no ano (+11,01% e +9,67%, respectivamente).

Os destaques positivos no acumulado em 1 ano, de menores altas, são os grupos comunicação (+3,20%) e habitação (+6,46%), com este último influenciado pela retração de 4,86% no preço da energia elétrica residencial. Habitação recua 1,02% no ano, puxado pela forte queda de 17,41% nas contas de luz.

Com a alta de 0,13% em julho, o IPCA-15 já sobe 5,79% em 2022 (acima do teto da meta do Banco Central para o IPCA do ano inteiro, que é de 5%). Veja, abaixo, os grupos que mais têm puxado a inflação para cima e para baixo no mês, no acumulado do ano e em 12 meses:

Variação
GrupoEm julhoNo anoEm 12 meses
Alimentação e bebidas1,16%9,67%14,60%
Habitação-0,78%-1,02%6,46%
Artigos de residência0,39%8,33%14,47%
Vestuário1,39%11,01%17,24%
Transportes-1,08%6,23%17,96%
Saúde e cuidados pessoais0,71%7,04%7,14%
Despesas pessoais0,79%4,52%7,74%
Educação0,07%6,33%6,74%
Comunicação-0,05%2,16%3,20%
Total0,13%5,79%11,39%

Em alimentos e bebidas, o leite longa vida subiu 22,27% só em julho e foi o responsável pelo maior impacto no indicador (0,18 p.p.), além de acumular uma alta expressiva de 57,42% no ano. Alguns derivados também registraram forte inflação no mês, como requeijão (+4,74%), manteiga (+4,25%) e queijo (+3,22%).

Com isso, o item leite e derivados subiu 11,43% no mês e acumula alta de 30,19% no ano e de 33,52% em 12 meses, atrás apenas de tubérculos, raízes e legumes (+50,58%) e um pouco à frente de hotaliças e verduras (+32,53%) e frutas (+32,42%).

Variação
Em julhoNo anoEm 12 meses
Alimentação e bebidas1,16%9,67%14,60%
Cereais, legum. e oleaginosas0,29%6,55%-2,24%
Farinhas, féculas e massas1,86%14,75%20,46%
Tubérculos, raízes e legumes-14,19%13,98%50,58%
Açúcares e derivados0,72%7,88%17,32%
Hortaliças e verduras-2,23%27,91%32,53%
Frutas4,03%16,15%32,42%
Carnes-0,64%3,26%3,93%
Pescados-0,33%3,99%7,17%
Carnes e peixes industrializados0,79%3,37%7,45%
Aves e ovos1,02%3,89%18,64%
Leite e derivados11,43%30,19%33,52%
Panificados1,91%14,79%17,33%
Óleos e gorduras-0,36%19,12%26,94%
Bebidas e infusões-0,16%9,40%18,74%
Enlatados e conservas0,90%10,36%13,27%
Sal e condimentos1,27%9,00%12,18%
Alimentação fora do domicílio1,27%5,20%7,58%

 

Variação
Em julhoNo anoEm 12 meses
Vestuário1,39%11,01%17,24%
Roupa masculina1,97%13,51%21,05%
Roupa feminina1,32%12,57%19,22%
Roupa infantil0,50%7,99%14,89%
Calçados e acessórios1,57%10,26%15,49%
Joias e Bijuterias0,48%2,93%4,74%
Tecidos e armarinho0,81%5,51%10,45%

 

Variação
Em julhoNo anoEm 12 meses
Transportes-1,08%6,23%17,96%
Transporte público2,09%6,17%19,33%
Veículo próprio0,79%9,21%15,78%
Combustíveis (veículos)-4,88%2,11%20,76%

 

Variação
Em julhoNo anoEm 12 meses
Habitação-0,78%-1,02%6,46%
Aluguel e taxas0,78%5,93%8,67%
Reparos0,31%4,44%9,78%
Artigos de limpeza1,97%11,25%15,10%
Combustíveis (domésticos)-0,43%8,19%24,02%
Energia elétrica residencial-4,61%-17,41%-4,86%
Planeje seus gastos
Baixe de graça a planilha de controle financeiro com todos os cálculos para monitorar seus gastos mensais e veja um resumo sobre a evolução do seu orçamento ao longo do ano:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe