Ministério da Fazenda

Ganhador tem prêmio milionário da Nota Fiscal Paulista bloqueado por suspeita de fraude

Foi observado que quase todas as compras eram de uma determinada rede de supermercados e realizadas em sequência 

Por  Giovanna Sutto

SÃO PAULO – O Governo do Estado de São Paulo bloqueou preventivamente o valor de R$ 1 milhão sorteado para um consumidor como prêmio da Nota Fiscal Paulista em fevereiro por suspeita de fraude.

Segundo  a Secretaria da Fazenda, é necessário que o  consumidor dê o CPF em suas compras próprias para participar do sorteio. No entanto, foi observado que “quase todas as compras em que o consumidor registrou seu CPF eram de uma determinada rede de supermercados e realizadas em sequência, o que pode indicar um possível tipo de fraude”.

Como houve a suspeita foi instalada uma audiotria e o consumidor só terá o prêmio liberado após o procedimento administrativo de checagem.  

Os outros ganhadores do sorteio de fevereiro não foram prejudicados. Os prêmios de R$ 500 mil saíram para moradores de Cotia, Santana do Parnaíba, Itatiba e Poloni.

A Nota Fiscal Paulista foi criada em outubro de 2007 e  integra o Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do governo do Estado de São Paulo.

O programa conta com 19 milhões de participantes cadastrados e, desde seu início, soma mais de 57 bilhões de documentos fiscais processados na Fazenda. No total, a Nota Fiscal Paulista devolveu aos participantes do programa R$ 15,8 bilhões, sendo R$ 14,2 bilhões em créditos e R$ 1,6 bilhão em prêmios nos 111 sorteios já realizados, segundo informações da Secretaria da Fazenda. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

Compartilhe