Falta de energia em Congonhas cancela ao menos 12 voos de Gol e Azul

As 2 companhias aéreas redirecionaram outros 14 voos; Latam não informou número de operações afetadas nesta sexta-feira (15)

Jamille Niero

Publicidade

A paralisação do aeroporto de Congonhas, localizado na capital paulista, que ficou mais de uma hora sem operar voos e decolagens nesta sexta-feira (15), resultou em pelo menos 12 voos cancelados e outros 14 redirecionados pelas companhias aéreas Gol e Azul para outros aeroportos. A Latam, outra companhia área que gera grande movimento no aeroporto, não informou a quantidade de voos afetados ao InfoMoney.

Em resposta à reportagem, a Azul informou que os voos AD6503 (Belo Horizonte-Congonhas) e AD6019 (Curitiba-Congonhas) foram redirecionados para Viracopos (Campinas). Já os cinco voos cancelados pela companhia foram: AD6004 (Congonhas-Brasília), AD6005 (Brasília-Congonhas), AD2610 (Congonhas-Santos Dumont), AD4097 (Santos Dumont-Congonhas) e AD6024 (Congonhas-Curitiba). 

A Azul diz ainda, por meio de sua assessoria de imprensa, que “os clientes estão recebendo toda a assistência necessária, conforme prevê a Resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)” e que “lamenta eventuais transtornos causados”. Relata ainda que “as operações da companhia no aeroporto já foram retomadas”.

Continua depois da publicidade

A Gol não detalha quais voos foram afetados, disse apenas, por meio de nota, que “7 voos da companhia com saída de Congonhas foram cancelados e outros 12 que tinham a capital paulista como destino foram alterados para outros aeroportos”. A companhia aérea comenta ainda que “todos os clientes afetados estão recebendo as devidas facilidades e sendo reacomodados nos próximos voos”.

A Latam informou apenas, também por meio de nota, “que suas operações foram retomadas de forma gradual após a reabertura para pousos e decolagens” e que “os clientes afetados estão sendo reacomodados em outros voos da companhia e estão recebendo toda a assistência necessária”.

A companhia disse, ainda, que “lamenta os transtornos ocasionados por essa situação totalmente alheia ao seu controle e reitera que a segurança é um valor imprescindível em suas operações”. A orientação aos viajantes com passagens desta sexta-feira (15) é verificar a situação de seus voos pela página “Minhas Viagens”, no site da Latam.

Continua depois da publicidade

O que diz a Enel?

Procurada pelo InfoMoney, a Enel, concessionária de energia que opera o serviço na capital paulista, informou que “ainda apura as causas do ocorrido” e que o fornecimento de energia no local já está normalizado.

Segundo a companhia, “uma ocorrência na rede elétrica que abastece o aeroporto de Congonhas causou a interrupção no fornecimento de energia na localidade”.

Jamille Niero

Jornalista especializada no mercado de seguros, previdência complementar, capitalização e saúde suplementar, com passagem por mídia segmentada e comunicação corporativa