Proposta fraca

Ex-CEO da Time Warner diz que oferta de Murdoch é inadequada

Para Richard Parsons, as perspectivas de crescimento da companhia tornam a transação pouco atraente para os investidores.

Por  Bloomberg

SÃO PAULO – O ex-CEO da Time Warner, Richard Parsons, afirmou que a oferta da 21st Century Fox, o império dirigido por Rupert Murdoch, pela companhia é inadequada. Neste mês, Murdoch ofereceu mais de US$ 75 bilhões para assumir o controle da Time Warner.

As ações sem direito a voto que estão sendo oferecidas pela 21st Century Fox e as próprias perspectivas de crescimento da Time Warner tornam o negócio pouco atraente para os investidores, afirmou Parsons em entrevista à Bloomberg Television. “O preço oferecido está longe do valor de mercado da Time Warner”, disse o executivo.

Parsons está oferecendo apoio público ao seu sucessor como CEO e presidente do Time Warner, Jeff Bewkes, para recusar a proposta feita por Murdoch. CEO interino do time de basquete Los Angeles Clippers, Parsons explicou que seus comentários não são baseados no conhecimento direto dos planos da Time Warner. No entanto, ele tem uma visão sobre como os executivos da Time Warner pensam.

Ex-banqueiro, Parsons se tornou presidente da Time Warner em 1995 e serviu como CEO a partir de 2002. Ele passou o comando da companhia para Bewkes em janeiro de 2008. Ele acredita que o melhor caminho para a dona da HBO, da CNN e do estúdio Warner Bros seria permanecer independente. 

De acordo com pessoas familiarizadas com o assunto, o conselho de administração da Time Warner também acredita que a melhor opção é permanecer independente mesmo que Murdoch eleve a oferta para US$ 95 por papel da companhia.

Compartilhe