Conteúdo Patrocinado
Oferecido por

Entenda por que comprar um carro premium seminovo é um bom negócio

É possível encontrar um veículo em ótimas condições e com preço acessível

Mercedes Benz C-180
Mercedes Benz C-180 está com uma taxa especial na Seminovos Movida
Aprenda a investir na bolsa

O cheirinho de um carro novo pode até ser tentador, mas a verdade é que o custo-benefício de um carro 0 km geralmente não vale a pena em relação a um seminovo (que tem menos de três anos de fabricação e baixa quilometragem).

Uma das razões que colocam o seminovo como uma escolha mais inteligente é o preço. O carro 0 km desvaloriza entre 10% a 20% assim que sai da concessionária. Um Mercedes-Benz C-180, que custa em torno de R$ 160 mil, pode depreciar até R$ 32 mil assim que ganha as ruas, por exemplo. Dessa maneira, o valor de um veículo seminovo pega carona nessa depreciação e custa ainda menos.

Outro fator é a garantia de fábrica. Como normalmente a garantia dos fabricantes é de até três anos, o proprietário do seminovo usufrui deste benefício, o que pode ser vantajoso caso o carro precise de trocas de peças.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, os valores do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e dos seguros ficam mais baratos, já que o carro não é 0 km.

Com toda essa economia, o dinheiro do comprador acaba rendendo mais. Se ele só poderia levar para casa um carro zero se fosse de um modelo mais popular, a escolha por um seminovo permite pagar pelo mesmo valor por um carro do segmento premium. Isso significa um modelo com muito mais tecnologia, conforto, segurança e status.

Cuidados

Mas é claro que nem tudo é uma maravilha. O motorista precisa tomar alguns cuidados para não fazer um péssimo negócio. O automóvel tem que ter boa procedência para depois não virar um grande problema.

O indicado é que o comprador submeta o veículo a uma avaliação de um mecânico de confiança ou busque por uma loja renomada, que garanta que o carro está em condições plenas de funcionamento. Também é importante verificar se o automóvel tem uma baixa quilometragem.

Outra dica é buscar por veículos que são recomendados por consumidores em páginas especializadas ou estão em rankings de mais vendidos. No caso de carros da linha premium, o Mercedes Classe C-180 Avantgarde é um das mais vendidos no Brasil.

PUBLICIDADE

O sedã conta com bancos parcialmente elétricos, partida feita por botão star stop e controle multimídia no volante, que é integrado ao smartphone. Além disso, os pneus têm tecnologia run flat, que dispensa o step, e aro 17. O porta-malas comporta 455 litros.

Carros oferecidos pela Seminovos Movida podem ser um bom negócio, já que a empresa envia para as lojas apenas veículos em boas condições. No caso de automóveis premium — por serem mais caros — são menos alugados e, por isso, quando ficam disponíveis para o varejo, geralmente têm poucos quilômetros rodados.

A Seminovos Movida tem à venda um Mercedes C-180, ano 2017, com apenas onze mil quilômetros rodados. A cotação do carro na tabela é de R$ 140 mil, mas o preço da loja é de cerca de R$ 126 mil. A loja também está com uma taxa especial para esse veículo.

A empresa disponibiliza todos os carros seminovos com garantia de fábrica, baixa quilometragem, procedência garantida e revisões periódicas por profissionais qualificados. A Seminovos Movida tem 64 lojas por todo o Brasil e o atendimento é exclusivo.

Há várias opções de Mercedes-Benz C-180, anos 2018, 2017 e 2016, turbo ou exclusive. Todas elas podem ser encontradas aqui.

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.