Turismo

Empresa espanhola proíbe uso de celulares em alguns vagões de trem

Companhia pretende aumentar o número de passageiros nos trens

SÃO PAULO – A empresa pública Renfe, que administra a maior parte dos trilhos ferroviários da Espanha, anunciou que alguns vagões dos AVE (trens de alta velocidade) não permitirão o uso de celulares.

De acordo com o jornal El País, o objetivo é permitir que os passageiros possam descansar ou trabalhar sem distrações ou incômodos durante sua viagem. Além disso, os vagões de “descanso” terão sistema de anúncios de voz com volume mais baixo e iluminação menos intensa.  A opção pode ser implantada já a partir de junho.

Com isso, a companhia espera popularizar as viagens em alta velocidade, que tiveram aumento de 23% no número de passageiros no último ano após a tarifa geral da passagem cair, em média, 11%, e os bilhetes de ida e volta terem uma redução de 20%. Além disso, se a passagem é comprada com antecipação, os descontos podem chegar a 70%.

Outras medidas que estão sendo tomadas são a instalação de Wi-Fi nos trens e de um serviço de busca e entrega de bagagens dos passageiros – a ideia é que a bagagem dos passageiros seja retirada na casa deles e entre em até 48 horas no endereço da cidade de destino.

Compartilhe