Dia do Cliente: veja o que fazer para aproveitar as promoções e evitar ciladas no pagamento

Brasil registra, em média, mais de mil tentativas de fraudes financeiras digitais por hora

Equipe InfoMoney

(Getty Images)

Publicidade

Nem todo mundo sabe, mas neste 15 de setembro é comemorado o Dia do Cliente. Ele acontece seis meses depois do Dia do Consumidor, em 15 de março, e busca estimular as compras em um mês sem datas comemorativas de estímulo ao consumo.

O varejo vem consolidando a data, com promoções que atraiam os consumidores às lojas — tanto físicas como as do ambiente online. Mercado Livre, Amazon, Americanas e Shoptime são algumas varejistas que participam da data no Brasil.

Embora seja uma oportunidade de comprar algum produto mais em conta, datas comemorativas abrem brechas para fraudes e golpes, dizem os especialistas que monitoram essas ocorrências criminosas.

Masterclass Gratuita

Rota Liberdade Financeira

Aprenda a investir e construa um patrimônio do zero com o treinamento exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O Brasil registra, em média, mais de mil tentativas de fraudes financeiras digitais por hora, segundo análise recente da PSafe, empresa de cibersegurança. No primeiro semestre foram computadas mais de 5 milhões de tentativas de golpes, quase o dobro do registrado no mesmo período de 2021.

Somente em julho, 1,3 milhão de detecções de tentativas de golpes caíram no pente-fino da Psafe. “Isso representa um aumento de 600% em relação ao ano passado, quando foram bloqueadas pouco mais de 187 mil no mesmo mês. O aumento é alarmante.”, alerta Marco DeMello, o CEO da PSafe.

Datas promocionais cada vez mais trazem um cenário incerto na hora de consumir: de um lado, estão as promoções; e, de outro, o medo de ter um cartão de crédito clonado, dados vazados, boletos ou QRCodes falsos e chaves Pix de golpistas, entre outros riscos.

Continua depois da publicidade

Diante disso, o InfoMoney compilou dicas sobre como não cair em golpes em eventos promocionais. As informações são de PSafe e Kaspersky, outra empresa de segurança digital.

Confira: