Dia dos Pais

Deixou o presente do Dia dos Pais para a última hora? cuidados devem ser redobrados

Ficar de olho nos direitos do consumidor e procurar presentes alternativos ajudam quem deixou o presente os últimos dias

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – No próximo domingo, dia 10 de agosto, será comemorado do Dia dos Pais. Com a correria do dia a dia, muitos filhos acabam deixando para comprar o presente na última hora. Com isso, acabam deixando de tomar cuidados básicos para garantir os seus direitos caso haja a necessidade de troca do produto e, principalmente, gasta mais do que o orçamento suporta.

Para  ajudar aqueles que não querem deixar o dia passar em branco, veja algumas dicas do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) para que nada saia errado durante ou após a compra:

Peça nota fiscal: Ela é a garantia em caso de problemas ou de uma eventual troca. Caso seja necessária a entrega do item comprado ou a apresentação do serviço, isso deve estar detalhado no documento. Se a compra foi feita pela internet, certifique-se que o comprovante de pagamento estará disponível pra consulta online;

PUBLICIDADE

Fique de olho nas condições de troca: É válido lembrar que toda compra feita fora de estabelecimentos comerciais – que incluem desde a internet até compras realizadas por catálogo ou telefone – tem um prazo de até sete dias para arrependimento, qualquer que seja o motivo. Esse direito está consolidado no Código de Defesa do Consumidor;

De olho nas taxas: O consumidor deve estar atento às taxas embutidas nos preços dos produtos nas compras a prazo. Em compras parceladas com o cartão de crédito, o preço pode ser igual ao cobrado à vista, caso a loja ofereça o parcelamento. Nos casos das compras com cartão de crédito que incidem juros, isso sempre deve ser informado ao consumidor. O cliente deve calcular se terá condições de quitar as faturas do cartão integralmente, pois “pagar o mínimo” ou parcelar a fatura sempre sai mais caro, devido às altas taxas de juros do crédito rotativo estabelecidas pelas administradoras;

Procure os seus diretos: Em caso de contratempos ou reclamações com os serviços, o primeiro passo é tentar negociar com o estabelecimento ou procurar algum órgão de defesa do consumidor, como o Procon;

Ainda dá para pesquisar: Caso queira economizar, é válido pesquisar os preços, tanto em lojas físicas quanto lojas online. Pechinchar com o vendedor por um desconto também é sempre uma boa ideia para guardar algum dinheiro;

Escolha algo pessoal: Caso não se queira gastar muito, pode-se optar por algo mais pessoal, como cozinhar o almoço para a família ao invés de visitar um restaurante, já que estes são sempre muito concorridos nessas datas;

Presentes personalizados: Também pode valer a pena optar por um presente feito à mão. É uma boa chance de exercitar suas qualidades artísticas, presentear sem gastar muito e criar algo único e personalizado para o papai. O importante é demonstrar a importância dele na sua vida, e essa é a parte mais fácil.