Carros

Com o fim do Inovar-Auto, Kia confirma quatro novos modelos para 2018

Fabricante anunciou: o hatch Rio, o novo Picanto, o novo sedã Cadenza e o esportivo Stinger

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Kia Motors anunciou quatro lançamentos para 2018: o hatch Rio, o novo Picanto, o novo sedã Cadenza e o esportivo Stinger.

A marca anunciou a renovação de seu portfólio devido ao fim do programa Inovar-Auto (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores). Com o fim desse regime, que teve início em 2013 na tentativa de incentivar as montadoras a instalarem suas fábricas no país, uma taxa extra 30 pontos percentuais no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre carros importados fora do Mercosul será eliminada. Para as montadoras que não tinham uma fábrica no Brasil, como no caso da Kia, foi imposto um limite de 4.800 unidades por ano que poderiam ser trazidas do exterior sem a cobrança dessa taxa extra.

A marca se prejudicou com esse regime porque toda sua linha de veículos comercializados no Brasil é importada. Mas a partir de janeiro, quando o programa acabar, a sobretaxa deixará de ser cobrada, bem como a cota por unidade irá acabar. Os 4 lançamentos anunciados serão importados. 

A fabricante informou, no entanto, que a retirada da taxa não significa que os carros ficarão 30% mais baratos, porque os modelos vendidos nesse período de funcionamento do Inovar-Auto não foram vendidos com essa taxa adicional – a Kia diminuía a margem para que seus veículos não ficassem com um preço pouco competitivo.

Com o fim do regime, portanto, a fabricante anunciou um investimento de R$ 165 milhões para 2018 e projeta a comercialização de 20 mil veículos. Esse volume permitirá à importadora contribuir com recolhimento de impostos da ordem de R$ 1,2 bilhão, 140% mais em relação aos R$ 500 milhões previstos para este ano, segundo dados da fabricante. 

“Nossa projeção de vendas para 2017 ainda sob o regime do Inovar-Auto, é de no máximo 8 mil unidades. Com o retorno à normalidade tributária, já compramos, para produção nos meses de outubro a dezembro, 5 mil unidades, do total de 20 mil programadas para 2018. Com isso, a Kia poderá iniciar janeiro com maior volume de veículos em estoque para comercialização”, explica José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.

Características dos novos modelos

O hatch Rio será importado do México e chega com motor 1.6 flex de 130 cavalos (cv). O novo Picanto GT terá motor 1.0 de 80 cv e o novo sedã Cadenza terá motor V6 de 290 cv. O esportivo Stinger terá versões de motor GDI biturbo de 255 cv e motor V6 GDI biturbo de 370 cv. A Kia não informou os preços e outros detalhes dos novos modelos. 

O processo de reestruturação da Kia Motors no Brasil já começou com a nomeação de 10 concessionárias, que iniciam suas operações em janeiro de 2018. Outras 15 estão em fase de prospecção ou negociação com grupos empresariais da cadeia de distribuição, atingindo o planejamento de fechar o ano de 2018 com 115 concessionárias no país.

PUBLICIDADE