Notícia boa ou ruim?

Bolsonaro confirma fim do horário de verão

A possibilidade da volta da medida será avaliada posteriormente    

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou o fim horário de verão em 2019 no fim da tarde desta sexta-feira (5). A possibilidade da volta da medida será avaliada posteriormente.

“Após estudos técnicos que apontam para a eliminação dos benefícios por conta de fatores como iluminação mais eficiente, evolução das posses, aumento do consumo de energia e mudança de hábitos da população, decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020”, afirmou Bolsonaro no Twitter.

O presidente havia levado em conta para tomar a decisão uma pesquisa do Ministério de Minas e Energia que indicou que 53% dos entrevistados são a favor de acabar com o horário de verão. 

PUBLICIDADE

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, desde 2010 o país economizou pelo menos R$ 1,4 bilhão devido ao horário de verão. Entre 2010 e 2014, o aproveitamento da luz do sol resultou em economia de R$ 835 milhões para os consumidores, segundo informações do G1. 

Por que acabar com a medida? 

O ato de mudar o relógio durante determinado período do ano está em vigor desde desde 1931 no Brasil e é adotado em mais de 70 países.

Na época, o horário de verão foi implantado para permitir maior economia de energia no Brasil — e chegou a funcionar muito bem. 

Durante os anos que seguiram a legislação do horário de verão, caiu o desperdício causado por um pico de energia decorrente do uso de chuveiros elétricos de muitas casas ao mesmo tempo em que as luzes eram acesas. 

Mas não existe mais uma economia que justifique a alteração nos relógios, segundo análise feita pela Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco).

De acordo com Alexandre Moana, presidente da Associação, o período de 4 meses em que os relógios são adiantados vêm correspondendo a aumento no consumo – e não queda. 

PUBLICIDADE

Invista seu dinheiro para viajar. Abra uma conta na XP – é de graça.