Levantamento

Black Friday 2021: “atraso na entrega” já é principal problema enfrentado por consumidores

Nas primeiras horas do evento, Reclame Aqui registrou 210 reclamações do tipo, aumento de 162% ante 2019

Por  Mariana Zonta d'Ávila

Nas primeiras horas da Black Friday 2021, o principal motivo de reclamação foi “atraso na entrega”. É o que mostra levantamento feito pelo Reclame Aqui, divulgado nesta sexta-feira (26).

Segundo a empresa, da 0h às 17h de quinta-feira (25), o site registrou 210 reclamações do tipo. Se comparado com 2019, na véspera da promoção, o aumento é de 162%.

Já em relação às reclamações gerais, desde o início do monitoramento, ao meio-dia de quarta-feira (24) até as 17h de ontem, a Black Friday 2021 já registra 41,4% mais reclamações em relação ao mesmo período da edição passada.

Felipe Paniago, CMO do Reclame Aqui, afirma que é preciso estar atento às promessas de prazos muito curtos para a entrega dos produtos.

“Registre todas as etapas do seu processo de compra e guarde todos os e-mails enviados pela loja, para se certificar de que o prazo de entrega vai ser cumprido e garantir que você terá maneiras de realizar uma troca, caso seja necessário, ou cobrar a empresa pelo produto”, disse, em nota.

Segundo ele, o novo padrão de prazo de entrega se acelerou ano passado, em meio à pandemia e uma Black Friday predominantemente virtual, mas este ano houve um novo aumento das ofertas, mesmo com a reabertura das lojas de rua e dos shoppings.

Novos produtos

Um dos fatores que contribuem para a redução do prazo de entrega prometido pelas lojas online, segundo o Reclame Aqui, é a mudança dos tipos de produtos que passaram a ser oferecidos com descontos na Black Friday.

Em meio à forte pressão inflacionária e renda menor, produtos de consumo como sabão, fraldas e até itens de mercearia, como arroz e feijão, estão entre os destaques nas páginas de ofertas das grandes lojas virtuais. Na véspera da Black Friday, os brasileiros procuraram até preço de picanha na internet.

“São tipos de produtos que supermercados já costumavam entregar no mesmo dia. Mas até eletrônicos pequenos, como celulares, estão sendo vendidos com entrega prometida em até três horas na capital paulista. Eletrônicos maiores, como aparelhos de TV, estão sendo vendidos para entrega no dia seguinte”, destaca o Reclame Aqui.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Prazo de entrega

Na tarde de ontem, o Reclame Aqui fez algumas simulações em sites de e-commerces como Mercado Livre, Americanas e Magalu para entender se o consumidor tem sido “alimentado” com expectativas de ter o produto desejado tão rápido.

Na Americanas, a entrega de sabão líquido levaria três horas para chegar na casa de um consumidor morador da área central de São Paulo. Já o telefone celular comprado no Mercado Livre, se comprado dentro de um prazo estipulado na hora da compra, chegaria nesta sexta-feira.

Já no site da Americanas, o telefone celular, se comprado em um prazo estipulado, poderia chegar à casa do consumidor em até três horas.

Planeje seus gastos
Baixe de graça a planilha de controle financeiro com todos os cálculos para monitorar seus gastos mensais e veja um resumo sobre a evolução do seu orçamento ao longo do ano:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe