Oportunidade?

Bancos vão dar taxas reduzidas no crédito na Semana do Brasil

Criada pelo governo federal para funcionar entre os dias 6 e 15 de setembro, a data pretende estimular o consumo no segundo semestre    

arrow_forwardMais sobre
Montagem de agências de bancos (Crédito: Reprodução)

Os bancos vão oferecer, durante a Semana do Brasil, desde taxas reduzidas no crédito até renegociação de dívidas aos consumidores. Criada pelo governo federal para funcionar entre os dias 6 e 15 de setembro, a data pretende estimular o consumo no segundo semestre. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), 17 instituições financeiras se cadastraram na iniciativa.

Dentre outras ações, o Banco do Brasil vai oferecer condições diferenciadas para superendividados e descontos personalizados. No segmento de cartões do banco, haverá prêmios exclusivos, pontuação extra, isenção de tarifas, assistências gratuitas e taxas diferenciadas. As informações detalhadas só serão divulgadas oficialmente na sexta-feira (6).

No Bradesco, as ações abarcam praticamente todas as áreas. Há opção de investimento em CDB a partir de R$ 500, rendendo 100% do CDI, crédito parcelado com taxas a partir de 0,9% ao mês, e fundo FIC FI Multimercado Macro, cuja aplicação inicial está a partir de R$ 1 mil.

PUBLICIDADE

No cartão de crédito, o Bradesco está oferecendo dois anos de isenção da anuidade e pontos no programa de recompensa. Seguros, consórcio e renegociação de dívidas também entram na lista.

Já o Itaú Unibanco optou por promover o Itaú Cinemas e o sistema de aluguel de bicicletas, dando desconto de 50% nos combos da bombonière da sua rede de cinemas (exceto na unidade Augusta) e gratuidade para novos usuários do plano diário das bicicletas no período.

No BTG Pactual digital, será oferecida LCI a 105% do CDI, com prazo de seis meses. Será possível fazer o investimento no site e no aplicativo do banco durante a Semana do Brasil ou enquanto durar o lastro.

No crédito empresarial, o Banco Daycoval vai oferecer uma linha de capital de giro, o Giro Fácil, com taxa fixada em 1,9% ao mês para operações de crédito até R$ 500 mil. Para pessoa física, o banco fará renegociação de dívida que chega a 90% de desconto para financiamento de veículos.

O Banco do Nordeste reduzirá as taxas para capital giro a 0,41% ao mês para micro e pequenas empresas de municípios do semiárido. Para clientes do microcrédito, as taxas praticadas ficarão a partir de 0,99% ao mês na modalidade Crediamigo Comunidade, destinado à melhoria da infraestrutura local do negócio ou moradia e aquisição de pequenas ferramentas.

Invista seu dinheiro para realizar seus maiores sonhos. Abra uma conta na XP – é de graça.