Crise

Anfavea capta queda de 86,5% na média diária de vendas de veículos

Presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, ressaltou que a queda vista em março é similar às que foram enfrentadas por outros países afetados pela pandemia

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

A média diária de venda de veículos enfrentou uma queda de 86,5% entre a primeira e a última semana de março, informou nesta segunda-feira, 6, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), em apresentação divulgada no período da manhã.

Na primeira semana, antes das paralisações que ocorreram por causa da pandemia do coronavírus, a média diária foi de 10,7 mil unidades. Na segunda semana, passou para 11 mil.

Na terceira, já com as primeiras paralisações na economia, caiu para 9,4 mil. Na quarta e na quinta, despencou para 1,2 mil e 1,4 mil, respectivamente.

Aprenda a investir na bolsa

Na apresentação dos resultados de março, o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, ressaltou que a queda vista ao longo de março é similar às que foram enfrentadas por outros países também afetados pela pandemia.

Na China, o mercado de veículos teve recuo de 80% em fevereiro ante igual mês de 2019. Em março, ante igual mês de 2019, a Itália teve retração de 85%; a França, 72%; e a Espanha, 69%.

“O que estamos enfrentamos nos últimos dias de março e em abril está na mesma dimensão que outros países passaram recentemente”, afirmou Moraes, que ressaltou que, até o dia 18 de março, o mercado acumulava alta de 9% em 2020, em linha com projeção da associação para o ano.

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações. Assista – é de graça!