Uma crônica de investimentos natalina

A família toda se reúne em volta da mesa, do avô e sua poupança ao primo investidor de criptoativos, passando pelo cunhado que só tem duas ações na carteira e o tio com a conta no vermelho. Diversificação? Temos, pelo menos na ceia de Natal.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
(Getty Images)

A família toda se senta na mesa da ceia de Natal, desde o avô que defende a poupança e chega cheio de argumentos agora que a Selic subiu ao primo que investe 100% em criptoativos. Diversificação? Pelo menos na família, temos.

Tudo tranquilo enquanto o assunto traz à tona conclusões comuns: as preocupações com a nova variante, o chato do namorado da prima, o aumento alarmante dos preços de praticamente tudo (leia-se: inflação) e o sentimento de cautela, para não falar medo, olhando para 2022. Afinal, o que nos espera para o próximo ano? Isso fica para o encontro de Ano Novo…

Mas o que temos de sobremesa para a ceia de Natal é uma bela torta de climão. Foi só alguém mencionar que comprou o presente do amigo secreto no Magazine Luiza que o tio começou: “MGLU3 (código da ação da Magalu) foi a maior decepção do ano, minha carteira de investimentos está mais vermelha que a roupa do Papai Noel com a ação caindo 70%”.

Achei melhor nem comentar, mas acho bom ele preparar os ânimos, porque as perspectivas para o varejo no próximo ano ainda são desafiadoras.

Mas, se eu achei melhor ficar quieta, o marido da tia, que adora contar vantagem, aproveitou a deixa para dividir com a família como ele fez uma ótima seleção de ações em 2021.

A tese é simples. Ele colocou uma parte do dinheiro em Embraer, que era um investimento mais incerto, mas acabou se provando um bom negócio, agora que a empresa está para lançar carros voadores e a ação está entre as maiores altas da Bolsa, subindo mais que 150% só esse ano. E a outra parte está em Taesa: empresa de energia, com demanda mais linear, ação defensiva com baixa oscilação – e ainda paga bons dividendos.

Até aí, tudo ok. Só não tem como o marido da tia defender que colocar todo o dinheiro em duas ações é uma estratégia de diversificação. Pode até ter dado certo neste ano, mas se uma das duas teses não se provasse, ele estaria reclamando igual ao tio que comprou Magalu.

Mas a confusão começou mesmo quando o primo inventou de falar de Bitcoin, dizendo que estava pensando em comprar um carro com o lucro que conseguiu com o criptoativo que ele investe desde 2018.

Nessa hora, o vovô ficou louco: fez a mesa inteira ouvir um sermão sobre como ele criou a família toda deixando o dinheiro na poupança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De fato, todo mundo admira o vovô e o tanto que ele trabalhou durante a vida inteira. Mas ele podia ter colocado o dinheiro para trabalhar para ele também, investindo o que estava parado na poupança. Vamos combinar que o rendimento de 0,5% ao mês não trouxe lucros interessantes. Se descontarmos a inflação, o dinheiro ainda perdeu valor no tempo.

Nessas horas, só a tia para conseguir acalmar o vovô e salvar o resto da ceia. Antes mesmo de servir a sobremesa (e que alguém fizesse a piadinha do “pavê ou pacomê?”), ela fez todo mundo concordar que perdas como a do Magazine Luiza podem ser menos problemáticas se você tiver uma carteira de investimentos diversificada, que pode ir desde a renda fixa (na qual o vovô se sente mais confortável) até o Bitcoin do primo que disse ter ficado rico.

Mas o que importa é colocar os ativos na proporção que te deixe confortável e não depender só de dois investimentos, como o marido da tia estava defendendo. Apesar de ter trazido bons resultados esse ano, o risco de perder dinheiro é grande.

Depois da tia colocar ordem na casa, tudo ia muito bem até o primo mais novo falar que tinha comprado um curso que ensinava a investir no metaverso. Nessa hora, eu só queria que o amigo secreto começasse logo…

Afinal, quero ver o que a mãe vai achar da carteira de investimentos internacionais que eu preparei de presente para ela e descobrir se eu vou ganhar a NFT de arte que eu tanto pedi. Assim, a gente já garante o Natal do ano que vem com os rendimentos dos presentes.

Bom Natal para todas as famílias, por mais diversificadas que elas sejam, e prósperos investimentos em 2022 – sejam eles de tempo, dinheiro e energia.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

Pietra Guerra

Pietra Guerra é especialista em ações da Clear Corretora. Antes disso, trabalhou no Itaú BBA, na asset do banco francês BNP Paribas, no Bank of America Merrill Lynch e na trading de commodities Olam International Limited. É formada em administração de empresas pela Faculdade de Economia e Administração da USP (FEA-USP) e tem especialização no mercado financeiro pela Saint Paul Escola de Negócios