O caminho para ser um day trader: abrir conta na Clear Corretora

Qual o primeiro passo para começar a investir? Você vai precisar abrir conta em uma corretora. É por meio delas que você irá realizar suas operações de compra e venda de ativos.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre
Abrir conta em uma corretora

Este é o segundo artigo de uma série em que estou descrevendo cada passo desde o momento em que descobrimos o trade, até o momento em que estou hoje: uma trader profissional, vivendo disso há três anos. Tento compartilhar aqui o caminho que todos acabam seguindo e inserindo a minha experiência em alguns momentos.

No primeiro artigo, eu escrevi sobre o início, como as pessoas ficam sabendo sobre o day trade e como surge o desejo de mudar de vida por meio do mercado financeiro. Geralmente, nesse ponto, a pessoa já está curiosa e buscou na internet alguma informação sobre o tema.

Agora, qual o primeiro passo para começar a investir? Você vai precisar abrir conta em uma corretora. É por meio delas que você irá realizar suas operações de compra e venda de ativos.

As corretoras são vinculadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), onde seguem diversas normas que garantem a segurança das operações e que elas serão fechadas pela Bolsa de Valores.

Primeiramente, você irá escolher uma corretora e irá até o site dela, onde você vai abrir sua conta. Como em qualquer lugar, você vai preencher alguns dados e aguardar um e-mail de confirmação.

Depois disso, a corretora solicitará o preenchimento de um questionário para saber se você é um investidor e poder te indicar sempre os melhores investimentos. Abrir conta em uma corretora não tem custo nenhum – elas não são como os bancos, que cobram taxas para manter sua conta aberta.

Aprovada a abertura da sua conta, você receberá um e-mail. Assim, você já pode entrar na sua conta da corretora. Agora, você precisa transferir dinheiro para começar a realizar seus investimentos. Na sua área de clientes da corretora, você vai encontrar seus dados para realizar a transferência.

Uma informação importante: a transferência deve ser sempre realizada entre contas de mesma titularidade. Ou seja, você deve transferir o dinheiro de uma conta que esteja no seu nome para a conta na corretora que também está no seu nome.

Após realizar a transferência, você pode começar a investir!

Seu dinheiro está na conta da corretora. Agora, cabe a você decidir qual investimento fazer. Então você pensa: “no que investir?”.

É preciso saber sobre onde seu dinheiro será investindo e qual o risco que você está correndo.

Assim como na vida, nunca ganhamos sempre nos investimentos. O importante é calcular os riscos e avaliar suas decisões para que, no final, seu dinheiro seja multiplicado. O maior erro das pessoas é começar a investir sem saber o que está fazendo. Por isso, elas perdem dinheiro.

Como day trader, quero esclarecer quais passos você deve seguir daqui para frente.

Você irá no site da corretora (ou via app, no caso da Clear) fazer a alocação da margem de garantia. Você não precisa colocar todo o dinheiro que está na sua conta para fazer suas operações de day trade. Você pode destinar uma parte ou colocar todo o dinheiro na sua conta da corretora para realizar suas operações de day trade. Quanto mais dinheiro alocado, mais contratos você pode operar.

Afinal, por que operar mais contratos? A Bolsa é sobre comprar e vender. Se você fosse dono de uma loja de sapatos, quanto mais sapatos você vender, mais dinheiro você ganha. Então, quanto mais dinheiro, maior seu poder de fazer dinheiro – e de perder também.

Nunca coloque todo seu dinheiro em uma operação. Nunca arrisque tudo achando que vai ficar rico amanhã. Essa atitude fará você perder todo o seu dinheiro e ser mais uma estatística triste para a Bolsa.

Após alocar uma quantia e decidir quais ativos (sim, você pode operar mais de um) e quanto de cada ativo você vai operar. Você irá enviar suas decisões de compra ou venda para a corretora que, por sua vez, irá enviá-las para a Bolsa de Valores.

Então, a Bolsa é a responsável por receber diversas ordens de compra e venda de ativos vindos de todas as corretoras, sendo a responsável por fechar o negócio. Para isso, a Bolsa cobra algumas taxas, que aparecem em nossa nota de corretagem (um extrato das operações de compra e venda que você realizou).

Após a Bolsa fechar o negócio, ela devolve para a corretora o status da negociação: se ela foi fechada pelo valor, a corretora retorna para você. Você nunca negocia diretamente com a Bolsa, as negociações ocorrem sempre por meio das corretoras.

Se você é iniciante, é importante escolher uma corretora com taxa zero de corretagem e melhores custos de plataformas para minimizar seus gastos no começo. Mas, isso é assunto para a continuação dessa série de artigos.

E fica a dica: abra agora sua conta na Clear Corretora, a melhor corretora do Brasil!

Ariane Campolim

Ariane Campolim é produtora de conteúdo na Clear Corretora. Atua como investidora desde 2015, principalmente como trader. Antes de trabalhar no setor, ela foi analista de tecnologia do Itaú Unibanco. É formada em física médica pela UNESP e cursou pós-graduação em negócios e gestão de pessoas no Insper