A “Virada de Chave” no Day Trade

Esse momento mágico em que, de repente, você irá apenas ganhar dinheiro e tudo na sua vida terá um final feliz de filme... ele não existe!
Por  Ariane Campolim -
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Uma das perguntas que mais fazem a quem ganha dinheiro como day trader é: quando foi sua virada de chave? As pessoas querem saber quando você passou a ter lucros, recuperou as perdas e realmente passou a viver do mercado.

É sobre isso que quero falar neste artigo, além de compartilhar como foi a minha “virada de chave”.

Começar no day trade, ou em qualquer atividade nova, faz com que cometamos erros no início. No mercado, isso significa perder dinheiro. É claro que vai haver um momento em que recuperamos não apenas as perdas, mas também o investimento em cursos e livros para aprender a ser traders. Mas, afinal, quando será que isso acontece?

Essa pergunta gera angústia em muitos aspirantes a traders. É claro que todos sabem que cada pessoa tem seu tempo de aprendizado nesse processo. Mas quem faz essa pergunta está em busca de uma resposta e uma solução para que esse momento aconteça e logo viva o sonho de viver de mercado.

O que posso dizer sobre a virada de chave é que ela não existe – sim, é isso mesmo que você leu.

Esse momento mágico com que você tem sonhado, quando algo irá mudar e, de repente, você irá apenas ganhar dinheiro e tudo na sua vida terá um final feliz de filme… ele não existe!

Por que digo isso? Porque, após três anos vivendo disso, percebo o quanto ser trader é frágil. Um momento de descuido pode resultar em uma grande perda financeira. Um dia de fúria – e confesso para vocês que, mesmo após três anos, tive alguns dias de fúria ao tentar recuperar um loss. Isso só mostra como somos humanos e vulneráveis.

A virada de chave vem com as escolhas certas. Quem nunca errou, mesmo achando que estava fazendo a melhor escolha? Porque isso é ser humano. Nossa natureza não vai mudar! A vida é feita de acertos e erros, nunca seremos perfeitos.

Então, a virada de chave em que você vai passar a fazer tudo 100% certo no mercado, irá entrar sempre certo no começo da tendência, pegar tudo e sair quando ela acabar, ela nunca vai acontecer!

Assim como no trade, nossa vida nunca vai ser perfeita – isso só acontece nos filmes. A maturidade emocional para ser um trader e viver uma vida melhor vem de entender que sempre haverá problemas ou, como prefiro encarar, desafios.

Ser um trader é um grande desafio diário, sempre será! Sempre vai haver medo, ganância, ansiedade e toda essa montanha russa de sentimentos. Porque isso é o que temos de melhor e o que nos torna humanos.

Mas por que algumas pessoas conseguem ter resultados, menos você? A resposta é: as pessoas que conseguem sucesso em qualquer área que estão aprenderam a conviver com isso e lidar com suas emoções. Encontrar um equilíbrio e entender que, na vida, o problema é viver nas extremidades.

Se você tem medo extremo de perder dinheiro, isso faz com que você não entre na operação. Se você tem ausência de medo, isso faz você entrar sem esperar sinais claros e sair arriscando sem avaliar direito.

Então, por quais motivos você está atrás de coachs que dizem que vão te fazer perder o medo? Na verdade, o medo é necessário, mas no equilíbrio!

O medo de perder te fará esperar por entradas mais assertivas. Por isso, você precisa dele! Se você não tiver medo ou achar que já está tudo perdido e não se importa de entrar em operações, vai quebrar a conta e perder todo seu capital.

Após três anos, vejo que a virada de chave acontece todos os dias e está presente em cada decisão que tomamos no trade e em nossa vida. E acredite: não existe nenhum trader perfeito que não tome stop. Mesmo os melhores vão falhar, ter um dia ruim – até quando tentamos tomar a decisão certa.

Ser humano é isso, aprender a viver no equilíbrio entre nossas escolhas, fugindo das extremidades. Todos os dias tomamos decisões e, com a experiência, vamos ficando melhores e aprendendo a tomar decisões melhores. Mas, mesmo assim, vamos errar.

O ponto da virada de chave está em cada uma dessas escolhas, presente em todos os momentos. Por isso, não espere que ser trader seja como nos filmes, quando um dia tudo vai se transformar e você terá seu final “felizes para sempre”.

Já vi muitos traders quebrarem após 10 anos e, sim, isso também pode acontecer comigo. Admitir essa realidade é o que me torna cautelosa e consciente todos os dias.

A vida é feita de ciclos. Terei dias de ganho e dias de perda. Administrando isso, posso ter uma boa vida e vivê-la intensamente!

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Ariane Campolim Ariane Campolim é produtora de conteúdo na Clear Corretora. Atua como investidora desde 2015, principalmente como trader. Antes de trabalhar no setor, ela foi analista de tecnologia do Itaú Unibanco. É formada em física médica pela UNESP e cursou pós-graduação em negócios e gestão de pessoas no Insper

Compartilhe

Mais de Tudo Clear: a vida dos traders

Tudo Clear: a vida dos traders

Como encontrar um método para operar Day Trade?

Se você chegou agora, quero informar que venho escrevendo uma série de artigos e compartilhando passo a passo de cada etapa da minha jornada até viver como trader. Comecei falando sobre como conhecemos o mundo dos investimentos, como e por que você precisa abrir conta em uma corretora e a importância de uma plataforma.Neste artigo, […]