Uma conversa sobre prosperidade com Abilio Diniz

Abilio é sinônimo de prosperidade não apenas pelo sucesso nos negócios, mas também pela sua vitalidade e longevidade

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

“Uma jornada de mil milhas deve começar como um único passo”. A frase do filósofo chinês Lao-Tsé no século VI a.C. ilustra com clareza o propósito da coluna de hoje.

O que é prosperidade para você? Segundo o médico e escritor Deepak Chopra, prosperidade, liberdade e abundância são nosso estado natural e só precisamos recuperar a memória do que já conhecemos.

Mais do que a capacidade de obter dinheiro, a prosperidade engloba uma consciência, um estado de espírito. É a experiência na qual todas as nossas necessidades são atendidas, onde alegria, saúde, felicidade e vitalidade estão presentes na nossa vida.

A prosperidade é, acima de tudo, algo que conseguimos criar. Não importa qual a sua história até aqui, mas sim o que você está fazendo hoje para criar abundância e prosperidade na sua vida.

Nessa busca pelo conhecimento sobre prosperidade, fui atrás de um exemplo de pessoa que a construiu. Conheci Abilio Diniz durante as gravações do curso “Os 7 Segredos da Prosperidade”, uma parceria entre a Xpeed School e o Plenae, plataforma de conteúdo relacionada à qualidade de vida fundada por Abilio e Geyze Diniz.

Pouca gente sabe, mas Abilio era em sua infância um garoto introvertido, franzino e que sofria bullying. Que foi criado atrás do balcão da mercearia dos pais e que sempre fala de sua fé, sua conexão com Deus, característica que carrega como herança da mãe, Floripes. E que do pai, o imigrante português Valentim, herdou a paixão por empreender.

Abilio é sinônimo de prosperidade não apenas pelo sucesso nos negócios, mas também pela sua vitalidade e longevidade. Aos 84 anos, cultiva uma rotina intensa que envolve duas horas de atividades físicas diariamente, além de alimentação saudável e meditação.

Durante sua vida, entre erros e acertos, desenvolveu uma forma própria de viver a vida e buscar o equilíbrio.

Segue abaixo um trecho da minha conversa com Abilio:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Abilio, você fala bastante em “conduzir o carro da vida”. Lendo o seu livro e conhecendo um pouco da história do Abilio criança, você diz que era introvertido e até sofria bullying. Quando você percebeu que tinha talento para a liderança? Quando você mudou essa chave?

Abilio Diniz:  Primeiro eu fui descobrir como me defender do bullying. Depois, fui percebendo ao longo da vida, e não num simples clique, que para liderar você não precisa necessariamente se destacar na multidão, mas sim ter força e humildade ao mesmo tempo.

E quando falo de humildade, não falo de fazer voto de pobreza ou usar roupa velha. É ter consciência de que não é possível saber de tudo.

Esteja pronto para ouvir, aprender, dialogar mais e aceitar a opinião dos outros. Ouvir os outros é uma das melhores maneiras de liderar, e isso fui aprendendo com o tempo, com experiência e erro, ouvindo primeiro meus pais e depois outras pessoas que apareceram ao longo de minha jornada.

Qual foi o momento mais difícil da sua vida e que lição você aprendeu com ele?

AD: Tive muitos momentos difíceis na minha vida: ver o acidente do meu filho na Fórmula 1 pela TV foi um deles, mas que, felizmente, passou ao ver que ele estava bem. Mas talvez o que me causou mais impacto foi o sequestro que sofri. Era muito confiante, achava que nada podia acontecer comigo.

Mas aí me pegaram e me colocaram num buraco embaixo da terra do qual achei que não fosse sair com vida. Cheguei até a questionar minha maior força, a fé que tenho em Deus. Mas foi justamente perseverar na fé que me fez superar aquilo tudo e sair mais forte do episódio.

Você está lançando, junto à Xpeed e ao Plenae, um curso que explora os pilares para uma vida próspera e longeva. Qual é a principal mensagem que você quis deixar nesse curso?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

AD: Gostaria de estimular as pessoas a conduzirem suas vidas com propósito, ajudá-las a entender que elas podem, com disciplina e garra, serem condutoras de suas próprias vidas, descobrindo suas vocações e traçando seu caminho para alcançar seus objetivos. Cada um pode e deve ter sua própria ideia de prosperidade. Se eu puder ajudá-las nessa trajetória, estarei satisfeito.

Se você pudesse dar apenas um conselho para as pessoas, qual seria?

AD: Sejam condutoras de suas próprias vidas. Mas isso requer bastante esforço. Prepare-se para isso.

Se você pudesse voltar 70 anos e dizer alguma coisa para o Abilio adolescente, o que você diria?

AD: Eu não olho para trás com esse olhar de revisor. Busquei sempre aprender com meus erros e entendi desde cedo, quando sofria bullying por ser um menino mais franzino, que me cabia encontrar as saídas para meus problemas. Cometi muitos erros na vida, mas aprendi muito com eles.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Thiago Godoy

É head de educação financeira da XP Inc. e especialista em psicologia do dinheiro e bem-estar financeiro. É mestre pela FGV – Tese em Educação Financeira, especialização em Sustentabilidade (University of British Columbia), tem MBA em Marketing (FGV) e graduação em administração (UFJF). Foi diretor de mobilização de recursos e relações governamentais da Associação de Educação Financeira do Brasil, atuando especialmente com populações de baixa renda e escolas públicas. Também atuou com desenvolvimento institucional na Dialogue Direct e Children International (EUA), Fundação Vida Plena (Bolívia), Projuventude e Comitê para Democratização de Informática (Brasil). Instagram: @papaifinanceiro