Seu futuro é mais importante que o sobrenome empresarial

Embora seja ótimo você ter um emprego em um local fantástico para trabalhar, cuidado para não se tornar alguém que despreza as pessoas de seu relacionamento. Isso acontece conforme o tempo passa,o profissional exagera em sua confiança e começa a perder o contato com a realidade. Nesse contexto, o sucesso leva ao orgulho, e o orgulho, ao fracasso.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Alguns profissionais exageram na sua identificação com o sobrenome empresarial. São aqueles que fazem questão de chegar, até mesmo em uma festa, e se apresentarem como “o fulano de tal, diretor da empresa X”. 

Embora seja ótimo você ter um emprego em um local fantástico para trabalhar, cuidado para não se tornar alguém que despreza as pessoas de seu relacionamento. Isso acontece conforme o tempo passa e o profissional exagera em sua confiança e começa a perder o contato com a realidade. Nesse contexto, o sucesso leva ao orgulho, e o orgulho, ao fracasso.

Por vezes, o declínio ocorre em meio à vida profissional. É quando a pessoa perde o emprego e não consegue se ver sem o sobrenome da antiga empresa. Como se não soubesse trabalhar em outro local. Até porque pode ter criado uma imagem de que estava na melhor empresa do mundo e, então, sempre verá as demais como organizações de segunda categoria. A mesma a qual julga pertencer agora. Isso gera muito sofrimento e estresse.

Em outras situações, o declínio ocorre quando chega a aposentadoria e, o indivíduo percebe que as demais pessoas o respeitavam somente porque ele era diretor da empresa em que estava. Agora que o cargo se foi, as pessoas também se foram. Sem amigos e, em alguns casos, sem família também, a colheita ao final de sua carreira não é das mais saborosas.

Para evitar que isso aconteça, procure manter o futuro em perspectiva. Lembre-se de que a pessoa que você tratar mal hoje, por se considerar o todo-poderoso, poderá ser importante em seu networking amanhã. Se sua reputação com ela não for boa, seu futuro estará comprometido. Cuidado, se você estiver em começo de carreira, pois ainda terá décadas de trabalho pela frente. Se possuir baixa capacidade de domínio emocional, pode se indispor com pessoas com quem irá trabalhar no futuro – ou, melhor dizendo, iria.

Tão importante quanto estar em empresas de destaque, é você desenvolver seu propósito pessoal com a mesma preocupação com que desenvolve sua carreira. Não pense somente no dinheiro, nem apenas na realização, mas no equilíbrio entre esses dois fatores e em qual legado deixará para aqueles que o conhecem.

Viveremos cada vez mais e a carreira profissional é apenas uma dimensão da vida, não é sua totalidade. Quando ela terminar, você precisará de amigos e da família, pois seu sobrenome empresarial estará extinto. Esse será o momento de colher o que plantou. Espero que tenha semeado generosidade, alegria e ética, além de outros valores relevantes no decorrer de sua carreira. Afinal, um mundo de propósitos elevados é feito de indivíduos com propósitos elevados. E, apesar de estarem em falta no momento, as boas colheitas são reservadas àqueles que os semeiam. Vamos em frente!

Para trocarmos ideias no facebook: Silvio Celestino

Para me seguir no Twitter: @silviocelestino 

Silvio Celestino

É coach de gerentes, diretores e CEOs desde 2002. Também atende a executivos que desejam assumir esses cargos. Possui certificação e experiência internacional em coaching. Foi executivo sênior de empresas nacionais e multinacionais na área de Tecnologia da Informação. Empreendedor desde 1994.