Análise de Notícias Políticas

Sob ordem do ministro Barroso, a PF prendeu hoje José Yunes – amigo e ex-assessor de Temer – o presidente da Rodrimar, o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi e o coronel Lima [link]. Se por um lado é mais uma pedra no já pesado fardo da candidatura de Temer à reeleição, por outro torna ainda […]

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Sob ordem do ministro Barroso, a PF prendeu hoje José Yunes – amigo e ex-assessor de Temer – o presidente da Rodrimar, o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi e o coronel Lima [link]. Se por um lado é mais uma pedra no já pesado fardo da candidatura de Temer à reeleição, por outro torna ainda mais evidente o risco ao qual ele estará exposto fora da presidência.

 

O episódio dos tiros na caravana de Lula gerou um efeito colateral indesejado àqueles contrários à eleição de um candidato de esquerda. No fim da caravana, PSOL e PCdoB subiram no palanque do PT para defender a união [link].

 

A entrada de Flávio Rocha na disputa eleitoral atrapalha os planos de Alckmin em número de votos e ao tirar o PRB da possível grande aliança imaginada pelo tucano [link]. Em tal cenário o partido cobra que o governador chegue a 15% das intenções de voto em agosto. Entretanto, vale a pena questionar o que fariam os demais tucanos do ninho caso essa meta não fosse atingida.

 

No mundo de Marina Silva, o ex-ministro do STF Ayres Britto tenta construir uma ponte entre a candidata e Joaquim Barbosa [link]. Sem discurso, dinheiro e estrutura partidária, Marina não tem muito o que oferecer. Somados a isso a rejeição do PSB e uma briga de egos inviabiliza qualquer acordo.

 

Fazia algum tempo que não se ouvia falar de Eduardo Cunha. O ex-presidente da Câmara estaria novamente negociando uma delação premiada [link].

PUBLICIDADE

 

Victor Scalet

É analista político e estrategista macro da XP Investimentos, responsável pela pesquisa XP/Ipespe. É mestre em economia e, antes de se juntar à XP, trabalhou por sete anos na área econômica de instituições financeiras.

Leia também