A repercussão do pronunciamento de Jair Bolsonaro nas redes

Do lado governista, as hashtags mais frequentes foram ‘BolsonaroTemRazão’ e ‘OBrasilNãoPodeParar’. Do outro lado, ‘Fora Bolsonaro’, ‘Bolsonaro Genocida’ e ‘ImpeachmentDeBolsonaro’

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Após a transmissão, o volume de Tweets explodiu – chegamos a captar quase 130 mil tweets entre 21:00 e 22:00. Entre o pronunciamento e o fim do dia, coletamos 3.5x o volume médio para o horário em relação aos 7 dias anteriores.

E as reações foram negativas. Apesar de reconhecer a limitação da capacidade da máquina de interpretar expressões humanas, ainda mais na política, nossa AI classificou 61% dos Tweets relacionados ao presidente ao longo do dia como negativos. Após o pronunciamento, a proporção saltou para um range entre 76% e 78%.

PUBLICIDADE

Do lado governista, as hashtags mais frequentes foram ‘BolsonaroTemRazão’ e ‘OBrasilNãoPodeParar’. Do outro lado, ‘Fora Bolsonaro’, ‘Bolsonaro Genocida’ e ‘ImpeachmentDeBolsonaro’.

A nuvem de palavras dos tweets coletados a partir das 20h mostra um pouco do qualitativo do que foi dito. A primeira compreende tudo que foi dito, por isso o destaque para as palavras mais comuns nos tweets com tom negativo e positivo, como Bolsonaro, pronunciamento, presidente e referências ao Coronavírus.

Para ter uma leitura melhor dos detalhes, tiramos essas palavras e fizemos uma segunda nuvem. Nela fica mais claro o uso de palavrões e palavras como ‘pandemia’ e ‘pandemônio’ de um lado e ‘bolsonarotemrazão’ do outro.

XP Política