Fechar Ads

Powell e o Lobo

Mercado não acredita totalmente em Powell e dezembro começa muito positivo para ativos de risco.
Por  Alexandre Aagesen
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Você conhece a história: Um jovem pastor chamado Pedro (Jerome), engana os moradores (mercado) ao soar falsos alarmes sobre um lobo (alta de juros). Quando um lobo real aparece, ninguém acredita nele, e o lobo ataca o rebanho. O lobo ainda não atacou, mas o Pedro está falando que vem. Os moradores estão naquela fase de não acreditar no Pedro. Vamos passear no bosque enquanto seu lobo não vem, seu lobo tá aí? Powell promete que não vai cortar juros, que se precisar vai subir mais, mas a curva precifica só 1% de chance de subir em dezembro (contra 99% anjo, perfeito); e 59% de chance de corte já março. E é por isso que a gente nunca deve contar mentiras, crianças.

Petróleo segue em queda livre, o que ajuda inflação, o que reduz juros curtos nos EUA, o que enfraquece o câmbio, o que favorece outras economias exportadoras, o que reduz pressão vendedora de treasuries longas, o que leva a curva de 10y (sempre ela) a beliscar os 4,20% de novo. Há 45 dias isso estava em 5%. Essa volatilidade de juros leva à mais incerteza no mercado do que quase qualquer coisa que a gente podia estar falando. Mas a volatilidade implícita (tanto o VIX quanto a da bolsa brasileira) estão nas mínimas. MOVE, que pega prazos um pouco maiores, está no mesmo nível que passou o ano inteiro: o dobro da média histórica.

Vale também olhar o BTC passando acima dos 40 mil pontos (no fim de semana) e o plebiscito na Venezuela: “Vocês acham que deveríamos invadir e tomar 74% do território guião que por pura coincidência é a parte mais rica em petróleo, ouro e diamante?” Você vai ficar surpreso, mas a resposta foi sim. Próximos passos devem ser observados. Nos EUA, essa semana e a próxima serão muito tensas: Essa semana temos três importantes dados de emprego nos EUA e na semana que vem o FOMC (junto com o COPOM). E nesse FOMC teremos o Dot Plot. Boa sorte!

Ficou com alguma dúvida ou comentário? Me manda um e-mail aqui.

Alexandre Aagesen Com mais de 15 anos de mercado financeiro, é CFA Charterholder, autor do livro "Formação para Bancários", host do podcast "Mercado Aberto" e Investor na XP Investimentos

Compartilhe

Mais de One Page

One Page

O balanço de Nvidia

Depois do pregão, vamos acompanhar de perto o balanço (e o guidance) de Nvidia. Os números e, principalmente, os desdobramentos secundários