Freud talvez não, mas Pavlov explica

Hoje o mercado reage à dados de inflação e noticiário corporativo. Mais no segundo que no primeiro.
Por  Alexandre Aagesen
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Não há nada tão ruim que não possa piorar. Amigos, não vou fazer nenhum tipo de juízo de valores. Vou falar apenas dos comentários que recebi ontem ao longo da noite. Prates saiu. A primeira reação dos comentaristas foi lembrar dos tweets do próprio Prates fazendo piada com a própria demissão dia 04 de abril. Da piada até ontem, ele durou menos que a Liz Truss (aquela que durou menos que a alface). Daí, foram falar da sucessora. Primeira candidata, Magda Chambriard, ex-diretora-geral da ANP durante o governo Dilma. Muitos comentários negativos, nenhum positivo (tem bastante coisa positiva sobre ela, claro, mas não estavam nos comentários de ontem). Até que o nome dela caiu e apareceu o do Mercadante. Os principais comentários foram “volta Magda, era brincadeira”. O próprio Prates, que não era o favorito dos acionistas minoritários quando foi indicado, parecia herói nacional ontem. Enquanto eu lia comentários de raiva, desespero e piadas (dos que não tinham o papel), a ADR da ação em NY caia 8%.

Mas nem só de noticiário corporativo vive o mercado. Vive também de inflação, claro. Tanto a inflação na argentina, que ficou pela primeira vez em sei lá quanto tempo em um digito: 8,8% (ao mês, claro); quando o CPI estadunidense agora cedo, praticamente cravado nas expectativas. Talvez um pouquinho de nada melhor. Um não-evento não faz preço. Principalmente depois do PPI de ontem, que veio bem forte no mês, mas como teve revisão dos anteriores (pra baixo), também não fez preço. Falando em estadunidense, vale ver a nova política tributária dos EUA para produtos Chineses. Tem um sul-africano-canadense naturalizado estadunidense muito feliz hoje.

Um homem chamado Pavlov tem muito a te explicar sobre o comportamento humano. Na verdade, não um, mas dois. Pavlov, o avô dos irmãos Karamazov (pai do Fiódor Pavlovitch Karamázov), te daria uma aula sobre maus comportamentos em geral, e os principais incentivos para cometê-los, e Pavlov, o cientista, te diria como corrigir o comportamento, através de incentivos positivos. Ambos explicariam o mercado hoje, antes mesmo de abrir o pregão.

Ficou com alguma dúvida ou comentário? Me manda um e-mail aqui.

Alexandre Aagesen Com mais de 15 anos de mercado financeiro, é CFA Charterholder, autor do livro "Formação para Bancários", host do podcast "Mercado Aberto" e Investor na XP Investimentos

Compartilhe

Mais de One Page

One Page

Concordar em discordar

E chegou a tão esperada ata. Nada foi dito sobre política, claro, e o que foi avaliado foi apenas se vale a ou não quebrar a expectativa do mercado. Quatro membros achavam que o ritmo de corte impacta menos que a taxa terminal nas expectativas, e que valia mais manter o guidance da última ata. […]
One Page

1984

“O que tem no quarto 101?” A expressão do rosto de O’Brien não de modificou. Respondeu secamente: “Você sabe o que tem no quarto 101, Winston. Todo mundo sabe o que tem no quarto 101”.Assim escreveu George, em 1948, sobre um futuro distante que já passou há exatos 40 anos, e mesmo assim segue tão […]
One Page

Payroll ajudou. Agora vamos de COPOM.

No final do século 19 existiu uma escritora chamada Florence Balcombe. Se você não souber nada sobre ela, deve ser suficiente saber que Oscar Wilde e Bram Stoker eram seus pretendentes. Se você não souber nada sobre eles (recomendo ler mais), é suficiente aceitar que ela deve ter sido uma mulher incrível. Ela escolheu Stoker […]
One Page

O mundo mudou

O mundo mudou. Eu posso senti-lo nos preços. Eu vejo isso nos números. Ouço isso nos discursos. Começa lentamente, depois de repente. Você olha dados de emprego mais fracos, ganhos médios por hora em queda, PMI cedendo, Confiança do Consumidor caindo. A inflação ainda não está onde gostaríamos, mas os antecedentes, os dados de atividade, […]