O luxuoso mercado de carros usados!

A venda de carros novos está crescendo. Carros de luxo, mais ainda! Agora, o mercado de carros usado e de luxo é quase cinco vezes maior do que o mercado de novos, e está bombando!

Existe por parte da mídia (do setor automotivo) um foco demasiado no mercado de veículos novos (eu me incluo). Mas, o que o pessoal sempre “esquece”, é que existe o mercado de carros usados.

E quando nós nos debruçamos – só um pouquinho – nele, conseguimos ver as enormes possibilidades que existem!

Aqui, vamos tratar do nosso maravilhoso “mundo de caras”, onde todos são lindos, famosos e possuem um baita carrão na garagem. E que, provavelmente, foi comprado usado.

PUBLICIDADE

Mas, quando falamos de carros de luxo, estamos falando de CARROS DE LUXO! Padrão: Lamborghini, Ferrari, Jaguar, Lexus, Bentley, Porsche, Rolls Royce…coisa básica, sabe?

E ai, a gente trocou umas figurinhas com o pessoal da FENAUTO. E vendo os dados do primeiro semestre deste ano o que encontramos?

Neste primeiro semestre tivemos 5 míseros compradores de Lamborghini zero Km. Uma queda de quase 30% sobre o primeiro semestre do ano passado (7 carros). Já quando mudamos para analisar o volume destes veículos usados transacionados, percebemos não uma queda de 30%, mas um crescimento de 30%!

Foram 31 Lamborghini usados vendidos neste primeiro semestre, contra 24 sobre igual período do ano passado.

O ponto aqui MAIS QUE INTERESSANTE é que, para cada Lamborghini novo vendido, rolou a transação de 6 usados.

Ou seja, é o pessoal do “mundo de caras” entrando na onda do desapego.

PUBLICIDADE

Subindo mais para a estratosfera, neste ano, tivemos apenas um único caboclo que comprou um clássico Rolls Royce zero Km. Mas tivemos 12 pessoas – que vivem ali logo abaixo da estratosfera, na troposfera – que compraram o seu Rolls Royce seminovo.

O pessoal de Maranello mandou para cá 17 carros novinhos com o cavalinho lá no capô… enquanto isso, por aqui foram 89 Ferrari seminovas vendidas neste ano. Razão de 5:1. 

Baixando um pouco a bola, a Jaguar, que neste ano amarga uma retração de 13% nas vendas de seus carros novos, apresenta crescimento de quase 34% quando mudamos o foco para seus seminovos.

Chegando naquele povo mais humilde, que compra carros tipo Porsche, a regra é quase de 3 usados para cada novo. Neste primeiro semestre, foram 689 Porsche novos, contra 1.851 seminovos e crescimento de quase 9% sobre o ano passado.

E aí,  quando falamos de “gente como a gente” (este escriba é um ser que habita o limbo), que compra o carrinho de luxo básico tipo  Audi, verificamos que, neste primeiro semestre, a marca registra queda de 9,1% nas vendas de carros novos  (4.156 carros contra 4.572);  mas seu mercado de seminovos avança 7,4% (19.643 carros contra 18.289). Novamente, razão de 5:1.

Lógico que tem o pessoal que não curte fazer o desapego! No caso da Lexus, existe mais a venda do carro novo do que o seminovo. E as duas estão crescendo. Novos com crescimento de 52% neste primeiro semestre (391 carros) e usados com quase 35% (350 carros). Mas, o pessoal da Lexus, é “tudo café com leite”: são da Toyota, e os japas da Toyota (assim com os da Honda) sempre levam tudo muito a sério…

Ficou com dúvidas? Manda para um e-mail para mim, aqui!

Ou me segue no facebook aqui.

Raphael Galante

É economista, trabalha no setor automotivo há 14 anos e atua como consultor na Oikonomia Consultoria Automotiva.

Leia também