RADAR INFOMONEY AO VIVO Bolsonaro troca presidente da PETR4 pela 3ª vez e ação cai; União quer reduzir contratos com EMBR3

Bolsonaro troca presidente da PETR4 pela 3ª vez e ação cai; União quer reduzir contratos com EMBR3

INVESTINDO NA BOLSA ATRAVÉS DOS INDICADORES DO SETOR AUTOMOTIVO

Reflexão das informações sobre setor automotivo brasileiro que podem ser utilizadas no mercado de ações.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

No nosso post anterior, explicamos “um pouquinho” sobre o crescimento que o setor de veículos pesados (caminhões, ônibus e máquinas agrícolas) registra neste ano.

Neste primeiro semestre, tivemos um aumento nas vendas desses tipos de veículos superior a R$ 5 bilhões, se comparado com o primeiro semestre do ano passado.

O ponto aqui é que este segmento está crescendo e impulsionando toda uma cadeia produtiva que vem atrás dele. E, considerando a atual “instabilidade” da bolsa queremos colocar aqui algumas visões que talvez possam dar uma luz para os investidores:

SEGMENTO DE ÔNIBUS – O mercado de ônibus está sendo uma grata surpresa! Em geral, as vendas de ônibus possuem um ciclo de quatro anos. A grosso modo, as vendas de ônibus possuem a seguinte oscilação:

  1. ANO 1 – Ano eleitoral (municípios): vendas crescem em média 15%;
  2. ANO 2 – Pós-eleição: vendas apresentam retração média de 12%;
  3. ANO 3 – Vendas apresentam oscilação média de -2% a 4%;
  4. ANO 4 – Ano pré-eleitoral: vendas apresentam crescimento médio de 8%.

 

Acontece que o nosso “ano 1” foi 2012 e, teoricamente, este seria o “ano 2”, onde as vendas despencariam. Contudo, não é o que está ocorrendo! Devido a mudança de motorização dos caminhões e ônibus em 2011 tivemos algumas antecipações de compras. Mas o fato mais importante que está aumentando e aumentará a demanda por ônibus é o programa “Caminhos da Escola” do Governo Federal. Deveremos ter um aumento na demanda de ônibus no final deste ano e com certeza para 2014. O grande ponto aqui é que as empresas que fazem a carroceria dos ônibus estão no seu limite. Em geral, trabalham com  uma fila de espera que varia de 90 a 150 dias. Ou seja, se eu comprar um chassi de ônibus hoje, existe a grande possibilidade de eu colocá-lo para rodar efetivamente entre os meses de outubro e novembro. Neste caso, empresas cotadas em bolsa que trabalham neste ramo (como a MARCOPOLO, por exemplo) poderiam ser olhadas com mais carinho.

SEGMENTO DE CAMINHÕES – Como já dissemos no nosso post anterior, o mercado de caminhões está evoluindo bem. Algumas marcas (como a Scania), dobraram o seu volume de vendas neste primeiro semestre. Além disso, um dos caminhões mais vendidos este ano é o R440 da Scania com valor próximo a R$ 350 mil e capacidade de carga por volta de 60 toneladas. Se está ocorrendo forte investimento em caminhões pesados e extra-pesados, para o transporte de cargas, “quase que obrigatoriamente” existe a compra/investimento do implemento rodoviário que fará o transporte de cargas. As vendas de caminhões apresentam crescimento de quase 6,5%. Já as vendas das três principais fabricantes de implementos rodoviários (Randon, Guerra e Facchini) apresentam evolução, neste primeiro semestre, de 26%. Neste caso, temos a RANDON como empresa listada na Bolsa de valores.

OUTRAS EMPRESAS – Além disso, existem outras empresas (cotadas em bolsa) que estão aproveitando este bom momento. Temos a IOCHPE-MAXION que é fabricante de chassis e rodas e também a AUTOMETAL, que atua na área de Estamparia, Pintura e Plástico.

O grande ponto é que a maioria destas empresas dependem do segmento de veículos pesados, e este segmento é que apresenta tendências mais positivas para os próximos anos; ao contrário de veículos leves e motocicletas.

Por fim, lembrando apenas que somos uma empresa focada no setor automotivo, e estamos colocando aqui apenas um conceito que achamos interessante. Para maiores detalhes, consulte o site das empresas que apontamos ou procure a sua corretora.

Raphael Galante

Raphael Galante é economista, trabalha no setor automotivo há mais de 20 anos e atua como consultor na Oikonomia Consultoria Automotiva.